Bayer lança premiação para fomentar ciência no Brasil

Buscar

Marketing

Publicidade

Bayer lança premiação para fomentar ciência no Brasil

A iniciativa Mentes da Inovação irá premiar com até R$ 30 mil acadêmicos com projetos voltados para saúde e agricultura

Giovana Oréfice
14 de setembro de 2021 - 12h15

A Bayer irá premiar até seis vencedores com bolsas de R$ 30 mil (Crédito:Divulgação/Bayer)

A Bayer anunciou nesta terça-feira, 14, uma iniciativa em prol da ciência e inovação no Brasil. Batizada de “Mentes da inovação”, a premiação é lançada em comemoração aos 125 anos da companhia no País e visa consolidar um legado da empresa, além de estimular inovação e colaborar com mudanças importantes que contribuam com o avanço da sociedade dando protagonismo aos estudantes pesquisadores brasileiros em projetos voltados para as áreas de saúde e agricultura, os pilares de atuação da Bayer. O lançamento faz parte de novo posicionamento da Bayer conduzido por dois valores principais: inovação aberta e colaboração. 

A inscrição de estudantes, sem restrições de curso de graduação a pós-doutorado, tem início nesta terça-feira e vai até 08 de outubro. Ao todo, serão selecionados até seis vencedores, sendo três de cada categoria, anunciados em 24 de novembro, em que é celebrado o Dia Mundial da Ciência. Doze projetos de pesquisa finalistas serão avaliados por uma banca composta por representantes da própria Bayer e da Fiocruz, da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento de Empresas Inovadoras (Anpei), Embrapa, Pacto Global Rede Brasil e da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, parceiros institucionais do projeto. Serão levados em consideração critérios como capacidade técnica, inovação e potencial de contribuição à sociedade e a bolsa individual de R$ 30 mil pode ser investida no desenvolvimento dos projetos. 

“Muito mais do que uma premiação em dinheiro, o prêmio Mentes da Inovação propõe uma ampla conexão entre pesquisadores de todo o país e entre ecossistema de inovação da Bayer e de nossos parceiros. Vamos abrir as portas da nossa empresa, das outras e oferecer nossos laboratórios e especialistas para ajudar as pesquisas a crescerem e a amadurecerem”, afirma Marc Reichardt, CEO do Grupo Bayer no Brasil. Ele reforça que a iniciativa dá continuidade à proposta da criação do Life Hub, hub de inovação da companhia apresentado ao público no início deste ano, com uma jornada de evolução baseada em três pilares de negócio: inovação, sustentabilidade e pessoas. “Os investimentos de inovação aberta tem objetivo de criar junto com e outras empresas a sério e outras instituições públicas também, práticas, soluções e produtos que ajudem na sociedade a enfrentar de forma sustentável os grandes desafios do nosso tempo”, acrescenta. 

A fim de promover investimento, visibilidade e acesso dentro da comunidade científica, os finalistas também terão a oportunidade de receber, futuramente, o fomento e aceleração dos projetos no Life Hub com aporte de até R$ 500 mil. O ecossistema do hub inclui universidades, startups, entre outros, abertos a networking para impulsionar ideias inovadoras. “É isso que estamos fazendo com esse prêmio: conectando mais os estudantes também a esse ecossistema. A próxima etapa poderia trazer até um potencial para essas startups desses estudantes, dessas ideias, que serão aceleradas dentro do Life Hub dependendo do interesse de ambos os lados”, explica Caspar van Rijnbach, head de TI e transformação digital da Bayer no País. Ele aponta ainda que o grande objetivo da companhia é avançar a ciência no Brasil com ideias vindas dos finalistas ou de outros indivíduos.

**Crédito da imagem no topo: Trendobjects/iStock

 

Publicidade

Compartilhe