Chegada do 5G a São Paulo contempla 25% da área da cidade

Buscar
Publicidade

Marketing

Chegada do 5G a São Paulo contempla 25% da área da cidade

Maior cidade do País passa a contar com a rede de quinta geração; Claro, Vivo e TIM habilitam o sinal para alguns bairros da capital


4 de agosto de 2022 - 12h29

Nesse primeiro momento, cerca de 25% da área urbana da cidade de São Paulo está apta a utilizar a rede 5G (Crédito: cifotart/Sutterstock)

A partir desta quinta-feira, 4, as antenas da principal faixa da rede de quinta geração (%G) passaram a ser ativadas em São Paulo. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) antecipou o cronograma de liberação da tecnologia na cidade para as prestadoras que adquiriram a faixa de 3,5 GHz na licitação 5G, realizada no ano passado.

Por enquanto, a tecnologia, que promete ampliar consideravelmente a velocidade do tráfego de internet e, com isso, propiciar o avanço das tecnologias de realidade virtual e conexões remotas, ainda está disponível em uma área menor da maior cidade brasileira. Antes, a tecnologia 5G já havia sido disponibilizada nas cidades de João Pessoa, na Paraíba; Belo Horizonte, em Minas Gerais, e Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

De acordo com a Anatel, a cobertura da rede 5G em São Paulo nesse primeiro momento contempla cerca de 25% da área urbana da cidade, uma vez que a propagação na faixa do 3,5 GHz, considerada a principal da tecnologia de quinta geração, é menor.

A Anatel diz que a maior concentração de antenas está localizada na região do Centro Histórico de São Paulo, na Avenida Paulista e no Itaim Bibi.

Operadoras

A TIM promoveu uma coletiva de imprensa em São Paulo nesta quinta-feira, 4, com o CEO da companhia no Brasil, Alberto Griselli, para falar sobre a importância da chegada da rede de quinta geração na maior cidade do País e destacar sua preparação para o a oferta do sinal.

Segundo o comunicado da TIM Brasil, a operadora pretende oferecer ao consumidor o melhor serviço e cobertura na cidade que responde por 10% do PIB do Brasil. A TIM diz que sua cobertura contará com 1.150 antenas, sendo mais de mil ativadas até o fim do mês de agosto, o que contempla 91% da população da cidade de São Paulo.

A Vivo também comunicou a ativação de sua rede 5G em São Paulo. A cobertura da operadora contempla 54 bairros e a empresa diz que já trabalha na expansão do sinal para outras regiões da cidade.

A operadora ainda destaca que a rede 5G está disponível a toda a sua base de clientes nas regiões contempladas e que, para acessá-la, é necessário possuir um smartphone compatível. A Vivo diz ter em sua base cerca de três milhões de clientes com aparelhos compatíveis à rede 5G.

A Claro é outra operador a ativar a rede 5G em São Paulo, que deve atender 52 bairros nesse primeiro momento. Todos os clientes com smartphones compatíveis com a tecnologia, nas regiões cobertas pelas antenas, já podem utilizar o 5G.

Publicidade

Compartilhe

Veja também