Torcida do Palmeiras boicota Globo e UOL

Buscar

Mídia

Publicidade

Torcida do Palmeiras boicota Globo e UOL

Torcedores se revoltaram com a decisão da emissora em não transmitir o primeiro jogo da final da Copa do Brasil, após pedir mudança no horário para a CBF

Nathalie Ursini
4 de julho de 2012 - 2h53

Inconformada com decisões tomadas pela Rede Globo e pelo UOL, a torcida do Palmeiras articula, nesta quarta-feira, 4, um protesto com as empresas de mídia e organiza um boicote aos seus conteúdos e serviços, utilizando, para isso, as redes sociais. 

Os motivos da manifestação tem origem dentro de campo. A primeira partida da final da Copa Kia do Brasil – que será disputada entre Palmeiras e Coritiba – estava, inicialmente, marcada para este dia 4 de julho, em Barueri (SP). Nessa mesma data, no entanto, acontece a final da Copa Santander Libertadores da América, que será decidida entre Corinthians e Boca Juniors, no Pacaembu. Por serem duas decisões que envolvem grandes torcidas, a Polícia Militar de São Paulo solicitou à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), há alguns dias, a alteração da data do jogo da Copa do Brasil.

O pedido foi atendido e o jogo do Palmeiras acabou transferido para essa quinta-feira, 5 de julho. Em seguida, a Globo também pediu à CBF que alterasse o horário do jogo – inicialmente marcado para 21h – para 21h50, horário tradicional das transmissões noturnas do futebol na TV. Essa atitude levou à torcida palmeirense a crer, então, que a emissora exibiria a primeira partida da final da Copa do Brasil.

Mas, nessa segunda-feira, 2, a Globo frustrou os planos dos torcedores do Palmeiras ao anunciar, para o mesmo horário, a sua programação normal e a estreia da nova atração “Na Moral”, apresentada pelo jornalista Pedro Bial. A situação piorou quando começaram a circular informação de que, além de não exibir o jogo do Palmeiras, a Globo também não autorizaria a Bandeirantes (sua parceira de transmissões esportivas) a exibir a partida. O fato deixou a torcida palestrina revoltada.

Nessa quarta-feira, 4, foi noticiado que a Band exibiria o jogo. De acordo com a coluna do jornalista Flávio Ricco, no UOL, “depois de muitas horas de intensas e até nervosas negociações, a Globo acabou liberando para a Bandeirantes a transmissão do jogo Palmeiras e Coritiba”. Mesmo assim a torcida não poupou a emissora líder de críticas.

Por conta disso, os torcedores se reuniram nas redes sociais para pedir um boicote ao segundo jogo da final da Copa do Brasil (que acontece no dia 11 de julho) e que será transmitido pela Globo. As mensagens pedem que os espectadores acompanhem a partida por outro canal, dando como sugestão a Band. 

UOL também é alvo
Não foi só a Globo que despertou a ira dos palmeirenses. Após toda essa incerteza em relação à transmissão da final na TV aberta, os torcedores voltaram a se revoltar com uma reportagem, publicada no portal UOL, cujo título era “Em estádio acanhado e sem TV, Palmeiras se esconde em rara decisão”. Apesar do título, a própria matéria trazia a informação que a partida teria transmissão da Band. O UOL já retirou a reportagem do ar.

A notícia do portal, porém, caiu como uma bomba na chamada Mídia Palestrina (o conjunto de blogs e sites informativos sobre o Palmeiras). Teve início, então, um outro boicote ao UOL – pedindo aos internautas que cancelassem a assinatura do portal e adotassem o concorrente, o Terra.
wraps
Briga antiga
A briga da torcida palmeirense com a Globo pela internet não é de hoje. Em março deste ano, quando a emissora anunciou a tabela de transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro, os palmeirenses se revoltaram ao descobrir que, em sete meses de torneio, a Globo exibiria apenas quatro partidas do Palmeiras (enquanto dos rivais, Corinthians e São Paulo, estão previstas as transmissões de 13 e 12 jogos, respectivamente).

Publicidade

Compartilhe