AT&T ronda empresas de mídia

Buscar

Mídia

Publicidade

AT&T ronda empresas de mídia

A ideia é expandir o negócio e se tornar uma produtora de programação

Mariana Stocco
6 de outubro de 2016 - 10h30

A AT&T passou de uma empresa regional de telefonia para uma poderosa empresa de telecomunicações nacional na última década. A sua próxima grande expansão será a compra de negócios de mídia para se transformar em uma gigante na área e em entretenimento, de acordo com pessoas próximas à empresa.

Nos próximos três ou cinco anos, a empresa vai buscar negócios para se tornar uma produtora de programação, mudando seu modelo de negócio para que ela seja dona de alguns conteúdos que distribui, afirmou a fonte do AdAge, que pediu para não ser identificada. O target da AT&&T englobam empresas que valham de US$2 bilhões a US$50 bilhões.

Empresas de telefonia estão tentando descobrir qual será o próximo passo para expansão, já que o crescimento do wireless estagnou e a competição com os provedores de cabo continua intensa. Enquanto sua principal competição Verizon está apostando em publicidade para mobile, a AT&T está mais focada em se tornar uma grande programadora de vídeos.

Após ter se tornado a maior provedora de TV paga dos Estados Unidos, com o recente negócio com a DirecTV, a AT&T enfrenta uma era de desafios, como manter os assinantes da TV a cabo assim como lutar com as tentativas dos canais de aumentarem os preços. Adicionar propriedades de mídia daria à empresa de telecomunicação insights de como os usuários de comportam, assim como a Comcast conseguiu após a aquisição da NBCUniversal em 2011.

“O cenário mudou tanto nos últimos 10 anos. Estrategicamente, entrar no mercado de mídia faz muito sentido”, afirmou Amy Yong, uma analista da Macquarie Capital USA. “Ser dono de conteúdo se tornou muito importante, não apenas para benefícios de custos mas para ter uma grande presença entre consumidores.”

A empresa fez uma aposta alta para a Starx, uma network premium de TV que acordou com uma proposta de US$ 4.4 bilhões da Lions Gate Entertainment, em junho. A A&T também pensou em fazer uma proposta para a Paramount Pictures, pertencente ao grupo Viacom, mas desistiu.

*Com informações do AdAge

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • at&t

  • midia

  • aquisição

  • verizon