Com 46 canais no YouTube, SBT vê seguidores como audiência

Buscar

Mídia

Publicidade

Com 46 canais no YouTube, SBT vê seguidores como audiência

Diretor multiplataforma da emissora fala sobre a estratégia de contar com a web como um novo polo de distribuição de conteúdo

Bárbara Sacchitiello
22 de novembro de 2017 - 14h07

Equipe multiplataforma da emissora celebra as placas do YouTube que marcam as conquistas de 100 mil e de 1 milhão de seguidores (Crédito: Divulgação)

Ao atingir a marca de 1 milhão de seguidores, os produtores de conteúdo do YouTube recebem o Play de Ouro, uma placa que representa a importante conquista de base de audiência. Na semana passada, o SBT colocou mais três placas douradas em sua estante.

Com uma estratégia de distribuição integral do conteúdo da TV para as plataformas digitais, a emissora aberta vem conquistando marcas importantes no ambiente online. Os canais Carinho de Anjo (dedicado à exibição de vídeos e capítulos da novela), Vlog da Juju (canal existente na trama juvenil, que foi transposto para o universo real) e Programa da Eliana (que exibe as atrações e quadros mostrados no programa semanal). Com essas três placas já são sete o total de quadros de 1 milhão de seguidores que os canais da emissora possuem.

“Nossa estratégia é a de disponibilizar todo conteúdo produzido e coproduzido por nós no YouTube e plataformas próprias, permitindo que nossa audiência possa acessar sempre que quiser, quando quiser e através de qualquer dispositivo ou ponto de contato”, diz Rodrigo Navarro Marti, diretor multiplataforma do SBT.

O desempenho de audiência da emissora no YouTube deve-se, em parte, ao grande interesse do público infanto-juvenil pelas novelas e tramas da casa. Dos 12 canais do SBT no YouTube que ultrapassaram a marca de 100 mil usuários inscritos, cinco são relacionados às novelas infantis (Chiquititas, Patrulha Salvadora, Carrossel, Vlog da Juju e Carinha de Anjo). “Os canais das novelas infantis juntos representam a maior parcela de audiência e de fato este público apresenta um alto nível de engajamento, mas os programas mais populares também têm grande contribuição nessa audiência”, argumenta Marti. Os demais canais que superaram a marca de 100 mil inscritos são de atrações variadas: Câmeras Escondidas, The Noite, Máquina da Fama, Programa Eliana, Programa Silvio Santos, Domingo Legal e Bake Off Brasil.

Atualmente, a plataforma do SBT Online no YouTube é composta por 46 canais. De acordo com a emissora, juntos, eles compõem uma base de 28 milhões de inscritos. A quantidade de vídeos visualizados também é alta: segundo cálculos do SBT, já são mais de 20 trilhões de visualizações.

De acordo com o executivo da área de multiplataforma, essa estratégia da web foi idealizada com a premissa de que a internet nunca foi uma concorrente da TV aberta. “A presença de nosso conteúdo, nas diferentes plataformas, nos permite atender melhor às necessidades de nossa audiência e clientes, aumentando sua fidelização”, conta Marti.

O executivo também conta que o SBT conta com apoio direto do Google, com quem realiza treinamentos e conversas para o desenvolvimento de novas soluções e tecnologias. O próximo passo da emissora será o investimento em conteúdos exclusivos para o YouTube, diferente daquilo que é exibido na TV, “Estamos investindo em novos formatos para aumentar o portfólio de conteúdos exclusivos, pois sabemos que nossa audiência valoriza e quer consumir dessa forma”, complementa.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Conteúdo

  • Negócios

  • estratégia

  • Multiplataforma

  • sbt

  • Rodrigo Navarro Marti

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”