Fátima Rendeiro deixa a Propeg e chega à In Loco

Buscar

Mídia

Publicidade

Fátima Rendeiro deixa a Propeg e chega à In Loco

Profissional, que era diretora nacional de mídia da agência, assume o cargo de head nacional da In Loco University a partir de abril

Teresa Levin
8 de março de 2019 - 10h11

Fátima Rendeiro a partir de abril atuará na In Loco (Crédito: Divulgação)

Após aproximadamente um ano e meio como diretora nacional de mídia da Propeg, Fátima Rendeiro deixa o cargo para assumir um novo desafio profissional. A partir do dia 1o de abril, ela passa a responder como head nacional da In Loco University, projeto lançado pela In Loco em setembro do ano passado. Inicialmente realizado em Recife e São Paulo, cidades em que a In Loco tem operações, a ideia é que o In Loco University seja ampliado e viaje para outras praças de interesse da empresa, como o Rio de Janeiro. O objetivo é que a iniciativa, criada como um centro de compartilhamento de conhecimento, tenha uma atuação cada vez mais ampla.

“A In Loco vem abrindo muitas frentes e esta possibilidade me encantou. Não que eu esteja abandonando o mercado, mas nesta nova posição que está sendo criada  a ideia é que seja fortalecido, em uma construção que será colaborativa”, revela. Ela explica que a In Loco University é como um centro de compartilhamento de conhecimento, que tem a possibilidade de ampliar sua atuação, ajudando o mercado a ser mais forte e a entender as potencialidades da plataforma mobile.

Fundada há cinco anos, a In Loco sempre se preocupou em ser ativa quanto ao compartilhamento de informações com o mercado, explica Lana Pinheiro, diretora de cultura e comunicação da In Loco. “Em setembro mudamos nosso escritório em São Paulo e lançamos a In Loco University. Com a vinda da Fátima vamos para um outro patamar, criando uma grade de conteúdo constante e de informações para o mercado”, revela, lembrando que inicialmente o projeto contava com palestras e eventos pontuais.

Em um primeiro momento, os pilares que serão trabalhados são novas tecnologias, privacidade e tecnologia de localização. “Mas os assuntos devem crescer, estes são os temas iniciais”, detalha Lana. Ela acrescenta que, por sua experiência, Fátima permitirá que a In Loco University tenha um olhar mais assertivo sobre as necessidades do mercado na discussão de novos assuntos. “Meu papel é participar das atividades em Recife e São Paulo mas também na construção de algo que é bem novo e terá um desdobramento interessante. O mercado de educação corporativa vem crescendo muito, há um desejo de aprofundamento por parte dos executivos”, analisa Fátima.

*Crédito da foto no topo: Martin Péchy/Pexels

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Fátima Rendeiro

  • Lana Pinheiro

  • Propeg

  • In Loco

  • Inovação

  • tecnologia

  • Educação

  • educacão corporativa