Pesquisa mapeia desejos dos gamers brasileiros

Buscar

Mídia

Publicidade

Pesquisa mapeia desejos dos gamers brasileiros

Estudo do Datafolha encomendado pela Brasil Game Show aponta 75 milhões de jogadores no Brasil, que movimentam cerca de US$ 1,5 bilhão ao ano

Luiz Gustavo Pacete
15 de maio de 2019 - 6h00

Nove em cada dez gamers ouvidos afirmaram que pretendem adquirir algum produto gamer nos próximos doze meses (Crédito: Divulgação)

Um universo de 75 milhões de jogadores que movimenta US$ 1,5 bilhão ao ano, esses números ilustram o tamanho da indústria gamer no Brasil e são fruto de uma pesquisa do Datafolha encomendada pela Brasil Game Show (BGS). A pesquisa foi realizada durante a 11ª edição da BGS, de 11 a 14 de outubro de 2018, e ouviu 637 visitantes do evento. O levantamento mostra que, dos gamers brasileiros, 44% jogam diariamente, 93% assistem com frequência a vídeos sobre games na internet, 73% jogam em consoles, 67% em computadores e 56% em tablets e celulares.

Em relação ao perfil dos jogadores, a pesquisa mostra que a média de idade é de 21 anos e a renda familiar de R$ 7.313,60, o que corresponde a 7,7 salários mínimos. Além disso, 55% possuem grau de escolaridade médio. O estudo também mostra que os jogos lideram a lista de itens mais consumidos pelos gamers, com 35%, seguidos por vestuário, 24%, e itens periféricos como mouses, teclados e headsets, 19%.

Nove em cada dez gamers ouvidos afirmaram que pretendem adquirir algum produto gamer nos próximos doze meses. No topo da lista de desejos aparecem: consoles, 26%, cadeiras gamers, 23%, headsets, 22%, teclados e mouses, 21%, smartphones, 21% e placas de vídeo 21%. Do total, 25% dos entrevistados pelo Datafolha ainda disseram usar todas as plataformas para jogar. Em relação ao tempo investido em games, a média semanal é de três horas durante a semana e cinco aos sábados e domingos.

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Inovação

  • Mobile

  • game

  • Brasil Game Show

  • Smartphones

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”