João Palomino deixa ESPN

Buscar

Mídia

Publicidade

João Palomino deixa ESPN

Os jornalistas Rafael Oliveira, Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri, Maurício Barros e Cláudio Arreguy; a gerente sênior de produção Renata Netto; e o apresentador João Carlos de Albuquerque também se despedem do canal


14 de agosto de 2019 - 15h02

*Atualizado às 18h08

Após 24 anos na emissora, João Palomino deixa a ESPN (Crédito: Arthur Nobre)

Nesta quarta-feira, 14, a ESPN anunciou a saída de João Palomino, vice-presidente de jornalismo e produção, dos comentaristas Rafael Oliveira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi, e da gerente sênior de produção Renata Netto.

Na emissora desde 1995, João Luís Carnelossi Palomino já esteve à frente de programas como Bola da Vez, Linha de Passe e Bate-Bola, além de ter participado da cobertura de alguns dos principais eventos esportivos, como Jogos Olímpicos de 1996, 2000, 2004, 2008 e 2012 e das Copas do Mundo de 1998, 2006 e 2010. Em 2012, o executivo assumiu o cargo de José Trajano na direção de jornalismo dos canais ESPN no Brasil.

A gerente de produção, Renata Netto, também chegou a ESPN em 1995, quando atuou por dois anos como repórter e logo em seguida deixou o canal para trabalhar na TV Record e TV Globo, sendo que retornou a emissora de esportes em 2001, como editora chefe do núcleo de esportes radicais. Em 2010, assumiu o cargo de chefe de redação e, desde 2013 atuava como gerente sênior de produção e coordenadora de todos os canais da companhia.

O comentarista Arnaldo Junqueira de Souza Ribeiro tinha mais de 14 anos na emissora, sendo que antes já havia trabalhado no O Estado de S. Paulo e na revista Placar. Na ESPN, o jornalista começou sua carreira de comentarista, com o Campeonato Argentino. Já, Eduardo Tironi ingressou na companhia como editor-executivo da sucursal no Rio de Janeiro, em 2012, e foi transferido para São Paulo em 2014.

A saída do comentarista Rafael Oliveira que estava na ESPN desde julho de 2013, gerou um burburinho nas redes sociais, sendo que em poucas horas após o anúncio, seu nome já apareceu entre os assuntos mais comentados do Twitter.

No fim da tarde de hoje, outros nomes como os jornalistas Juca Kfouri, Maurício Barros e Cláudio Arreguy, foram desligados, assim como o apresentador João Carlos de Albuquerque, mais conhecido como Canalha.

Em nota enviada ao Meio & Mensagem, a emissora afirma: “A ESPN vive um processo de transformação e adaptação para atender aos fãs, acionistas e clientes de esportes em meio às constantes mudanças no consumo de conteúdo. A reformulação faz parte do planejamento da emissora para o próximo ano que seguirá apostando no conteúdo ao vivo e nos direitos esportivos de futebol, tais como Premier League e La Liga, além das ligas norte-americanas como a NFL, NBA, MLB, NHL entre outras”.

Mudanças na Disney 
Nesta terça-feira, 13, a Disney, proprietária do canal ESPN, anunciou uma reestruturação em sua equipe de Advertising Sales & Partnerships, alegando que pretende proporcionar um melhor serviço ao cliente. Os heads of sales do México, Argentina/Southern Cone (Bolívia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai), Colombia, Miami, America Central, Caribe e Chile já foram definidos, porém, a posição ainda está em aberto no Brasil, de acordo com a companhia.

Cabe ressaltar que alguns dos nomes confirmados pela Disney vieramda ESPN, como Leo McLean, head of sales Argentina/Southern Cone (Sports Pillar), Juan Bonilla, head of sales da Colombia e Alfonso Cueto, head of pan regional sales Miami, Central America and the Caribbean. Todos devem se reportar a
Kattia Quintanilla, head of ad sales Latin America.

**Acrescentada a informação sobre saída de Juca Kfouri, Maurício Barros, Cláudio Arreguy e João Carlos de Albuquerque.

***Crédito da imagem no topo: Reprodução/Facebook

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • joão palomino

  • Rafael Oliveira

  • Arnaldo Ribeiro

  • Eduardo Tironi

  • Renata Netto

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”