HBO retira nomes Max do mercado e unifica marca

Buscar

Mídia

Publicidade

HBO retira nomes Max do mercado e unifica marca

Em evento ao mercado, empresa divulgou novas produções audiovisuais para 2020, incluindo séries da América Latina

Salvador Strano
31 de outubro de 2019 - 14h22

Rodrigo Santoro é um dos protagonistas de WestWorld, da HBO, que chega a sua terceira temporada em 2020. (Crédito: reprodução)

A HBO América Latina irá retirar as marcas Max do mercado e unificar todos os seus canais lineares premium em apenas uma bandeira. Ainda no primeiro semestre do ano que vem, Max Prime se torna HBO Extreme, voltado para filmes de aventura; Max Up, de produções de comédias e fantasia, será HBO Pop; e o Max, se torna HBO Mundi – voltado a conteúdo independente. A marca Cinemax, por outro lado, continuará no linear com seu nome tradicional.

A programadora apresentou as mudanças nesta quinta-feira, 31, em evento ao mercado.

O canal divulgou, também, suas produções originais para 2020. Na América Latina, a programadora será responsável por Entre Homens – da Argentina – e Todxs Nós, título nacional que narra a história de uma pessoa de gênero não binário que se muda para São Paulo para viver com seu primo, Vini.

Além das produções locais, transmitirá, também, os lançamentos estrangeiros The Outsider, The Undoing, I Know This Much is True, Avenue 5 e Run.

Na terça-feira, 29, a WarnerMedia – dona da marca HBO – divulgou seus planos para o lançamento do HBO Max, serviço de streaming premium da companhia, que contará com uma assinatura mensal de US$14,99. O serviço não deve chegar ao Brasil, entretanto.

Isso porque a empresa, formada pela aquisição da Time Warner pela AT&T, fechou um acordo para comprar a participação minoritária da Ole Communications na joint venture HBO Ole Partners em toda a América Latina e no Caribe, mas não no Brasil. Executivos da empresa disseram que não realizarão o investimento no País por conta de sua estrutura regulatória, que impede propriedades cruzadas entre canais de TV paga e de programação de canais.

“O lançamento do HBO Max nos EUA não afetará em nada nossa estratégia para o HBO Go no Brasil”, afirma Gustavo Grossmann, corporate vice-president da companhia. Já o conteúdo original produzido para o SVOD premium, que deve chegar a 30 produções apenas em 2020, não estará disponível nos canais lineares brasileiros, afirmou o executivo.

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • HBO

  • at&t

  • WarnerMedia

  • Conteúdo

  • TV Paga

  • filmes

  • Séries

  • Audivisual

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”