Grupo Abril relança a revista Veja Rio

Buscar

Mídia

Publicidade

Grupo Abril relança a revista Veja Rio

Com edição mensal de distribuição gratuita, revista conta com novos formatos, como seção Amarelinhas


28 de janeiro de 2020 - 13h48

Crédito: reprodução

O Grupo Abril relança a marca Veja Rio. A revista impressa volta a circular no próximo dia 8 de fevereiro, sempre no primeiro sábado do mês. A publicação havia saído de circulação em 2018.

A redação será liderada pela jornalista Fernanda Thedim, que faz parte da equipe desde 2003, e contará com Pedro Tinoco (ex-editor de Veja Rio) assinando a coluna Histórias Cariocas; Cléo Guimarães (ex-O Globo) na coluna Beira-Mar; Carolina Barbosa (ex-Extra e Veja Rio) no roteiro de gastronomia e Marcela Capobianco (ex-CBN e Rádio Globo) no roteiro de cultura.

A publicação terá novos ambientes. Entre eles, a Amarelinha, versão regional da seção Páginas Amarelas; Letra de Médico, com artigos assinados por profissionais de saúde; e Veja Rio Testou, com teste de produtos de diferentes áreas seguindo a metodologia de grandes institutos de pesquisa.

A distribuição da revista ainda será realizada gratuitamente com a Veja Nacional, mas a publicação também pode ser comprada de forma avulsa, por R$ 9,90 ou por assinatura, no valor mensal de R$ 7,90.

O site da publicação também ressurge com um novo projeto gráfico. Em parceria com a universidade PUC-Rio, alunos da instituição produzirão conteúdo multimídia para a revista.

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • abril

  • Veja

  • Veja Rio

  • Revista

  • publicação

  • jornalismo

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”