CNN Brasil estreia na TV em 15 de março

Buscar

Mídia

Publicidade

CNN Brasil estreia na TV em 15 de março

Após fechar acordo com as principais operadoras, canal define início das operações; evento de lançamento está marcado para dia 9, em São Paulo

Bárbara Sacchitiello
2 de março de 2020 - 11h37

Evaristo Costa será um dos âncoras do canal (Crédito: Reprodução)

Após mais de um ano estruturando a sua operação nacional, a CNN Brasil fará sua estreia na TV paga no próximo dia 15. O canal de notícias usou as redes sociais na manhã desta segunda-feira, 2, para anunciar sua estreia. A emissora já havia declarado que estrearia na TV em março, mas não havia divulgado a data exata até então.

A divulgação da data da estreia acontece dias depois de a CNN Brasil fechar acordo de transmissão com as maiores operadoras de TV paga do País. Após Claro (Net) e Sky, o canal de notícias e a operadora Oi anunciaram parceira no último dia 27. Das grandes empresas do setor, a única com a qual o canal ainda não divulgou acordo é a VivoTV.

A CNN Brasil promete revelar os números de seus canais na grade dessas operadoras nos próximos dias. Antes da estreia, no entanto, o canal promoverá um evento de lançamento, em São Paulo, no próximo dia 9. No espaço da Oca, no parque do Ibirapuera, os executivos e elenco do canal irão receber o mercado publicitário, imprensa e autoridades para apresentar o projeto televisivo.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • vivo

  • Claro

  • Oi

  • Sky

  • net

  • CNN Brasil

  • TV Paga

  • Negócios

  • Operadoras

  • são paulo

  • Notícias

  • Rio de Janeiro

  • lancamento

  • jornalismo

  • Canais

  • Brasília

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”