Em briga com Flamengo, Globo desiste de Campeonato Carioca

Buscar

Mídia

Publicidade

Em briga com Flamengo, Globo desiste de Campeonato Carioca

Emissora argumenta que houve violação de contrato por parte do clube e que, por isso, preferiu rescindir o contrato com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro

Bárbara Sacchitiello
2 de julho de 2020 - 12h50

Partida contra o Boavista foi transmitida pela Fla TV; clube celebra recordes de audiência (Crédito: Reprodução/Fla TV)

A Globo não irá mais transmitir o Campeonato Carioca. A decisão da emissora foi divulgada no início da tarde desta quinta-feira, 2, em nota enviada à imprensa. No comunicado, a Globo diz que rescindiu o acordo que mantinha com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro e com os clubes do estado, mas manterá os pagamentos pelos direitos desta temporada.

Por trás da decisão da emissora está a atitude do Flamengo, que na noite dessa quarta-feira, 1º de julho, transmitiu o jogo contra o Boavista pela Fla TV, seu canal próprio no YouTube. A Globo chegou a entrar na justiça para impedir que o time rubro-negro exibisse a partida em suas plataformas próprias, com o argumento de que o clube violaria os acordos de direitos de transmissão firmados pela emissora anteriormente.

A disputa entre o Flamengo e a Globo pelos direitos de transmissão ganhou corpo após a publicação da nova MP do futebol, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em 18 de junho. Pelas novas regras, o clube mandante das partidas passa a ter os direitos de arena, ganhando, assim, liberdade para negociar unilateralmente os direitos de transmissão. Pelas regras mantidas até então, uma emissora só poderia exibir uma partida se houvesse um acordo com os dois clubes envolvidos. A MP já está em vigor, mas ainda precisa ser aprovada pelo Congresso.

Do lado do Flamengo, existe a interpretação de que a MP dá liberdade ao clube para negociar as próprias transmissões. Por isso, o time decidiu exibir o jogo de ontem em seu canal oficial do YouTube. Já por parte do Globo, o argumento é que, embora a MP estabeleça essa nova regra, é preciso respeitar os acordos firmados antes da medida.

No caso do Campeonato Carioca, ainda antes da pandemia, a Globo havia fechado um acordo de direitos de transmissão com todos os clubes envolvidos, com exceção do Flamengo, que não fechou com a emissora por conta de divergências financeiras. Na interpretação da Globo, portanto, o Flamengo violou regras ao transmitir o jogo de ontem, pois a emissora tinha firmado um acordo com o Boavista, o que garante a ela, em seu entendimento, o direito exclusivo de exibição.

Veja, na íntegra, a nota divulgada pela Globo.

A Globo anunciou hoje que não vai mais transmitir o Campeonato Carioca. A emissora rescindiu o contrato que mantinha com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro e com os Clubes, mas manterá os pagamentos desta temporada.

No entendimento da Globo, o contrato foi violado ontem, quando a FlaTV exibiu ao vivo a partida entre Flamengo e Boavista. De acordo com o contrato, a Globo tinha exclusividade na transmissão dos jogos do Campeonato Carioca. A Federação e onze Clubes assinaram o compromisso. A exceção foi o Flamengo. Na ocasião da assinatura e por várias temporadas em que o contrato foi cumprido, a legislação brasileira previa que, para a transmissão de qualquer partida, era necessária a obtenção de direitos dos dois Clubes envolvidos. Legalmente, ninguém poderia transmitir os jogos do Flamengo no Carioca e só a Globo poderia transmitir os demais.

No dia 18 de junho, a Presidência da República editou a Medida Provisória 984, passando ao mandante dos jogos os direitos de transmissão. O Flamengo se baseou nessa MP para transmitir a sua partida ontem no Maracanã. A Globo entende que a Medida Provisória não poderia alterar um contrato celebrado antes de sua edição e protegido pela Constituição.

Como a Federação de Futebol do Rio de Janeiro e os demais Clubes não foram capazes de garantir a exclusividade prevista no contrato, não restou à Globo outra alternativa além da rescisão e o encerramento das transmissões dos jogos do Carioca – incluindo os três jogos de hoje que encerram a quinta rodada da Taça Rio e que seriam exibidos no Sportv e no Premiere.

A Globo é parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas e entende a importância do esporte para Clubes, jogadores, marcas e torcedores. Exatamente por isso, apesar da decisão de rescindir o contrato imediatamente, a Globo está disposta a fazer os pagamentos restantes desta temporada, em nome da sua parceria histórica com o futebol e da sua boa relação com as equipes. Mas acredita que o futebol só será capaz de vencer as inúmeras dificuldades com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros.”

Flamengo celebra resultados
Do lado do Flamengo, existe a celebração pela boa audiência que o clube considera ter obtido na transmissão do jogo pela Fla TV. Segundo dados divulgados pelo clube, a transmissão (que teve mais de 4 horas e meia de duração incluindo o pré e pós-jogo), contabilizou um total de 14 milhões de views no YouTube, chegando a alcançar 2,2 milhões de acessos simultâneos. O clube diz que os números representam a maior live esportiva da história do YouTube no mundo. O canal Fla TV conta, atualmente, com mais de 4,24 milhões de seguidores.

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Globo

  • Flamengo

  • fla tv

  • boavista

  • Negócios

  • futebol

  • jogos

  • Esportes

  • direitos de transmissão

  • Rio de Janeiro

  • disputa

  • justica

  • transmissão

  • Clubes

  • partidas