Com Vibra, Band lança e-commerce e streaming

Buscar

Mídia

Publicidade

Com Vibra, Band lança e-commerce e streaming

Startup independente do grupo visa alavancar negócios digitais das suas marcas

Thaís Monteiro
13 de outubro de 2020 - 6h00

A Band está com uma série de projetos de inovação na área de digital encaminhados. Entre eles está o marketplace Na Prateleira, que será lançado para a Black Friday e irá comercializar produtos de pequenas e grandes marcas, e o Band Play, VOD que agregará o acervo histórico da Band e conteúdo exclusivo. Uma versão prévia do streaming será lançado no final de outubro.

 

Programa Minha Receita, de Erick Jacquin, é produção da Vibra (Crédito: Divulgação/Band)

Esses são dois projetos realizados pela Vibra, startup de inovação do Grupo Bandeirantes de Comunicação focada em inteligência e solução de negócios a partir de dados. Desde janeiro, a Vibra está construindo um ecossistema tecnológico que abre a possibilidade da Band se tornar uma companhia data-driven e desenvolvendo outras fontes de receitas baseadas no audiovisual, tecnologia e serviços digitais. Uma das áreas da startup, o Vibra Studio, funciona como uma produtora independente para produção de conteúdo. Uma das produções é o Minha Receita, programa do Erick Jacquin, que já está na TV.

Nos segmentos tecnológicos, a Vibra produziu conteúdos para o Facebook Watch, streaming do Facebook, e é parceiro do Google em iniciativas de veículos confiáveis e recebeu aporte da companhia para desenvolver um software para integrar a edição e distribuição digital dos veículos em várias plataformas simultaneamente. Depois do lançamento do Band Play a startup trabalhará em uma carteira digital da Band e implementar um sistema de pontos por engajamento para o público usar no marketplace ou em outras parcerias da empresa. “Queremos que o app seja uma ferramenta útil para a vida da nossa audiência, não só para se informar ou se entreter. Com essa visão, a wallet é só um dos serviços que poderão estar lá dentro”, explica André Luiz Costa, general manager da Vibra.

A startup também trabalha com influenciadores da casa e de fora para ampliar seu potencial com suporte de business intelligence para criação de novos projetos de conteúdo e oportunidades multiplataformas para marcas. Denilson, Fogaça, Datena e Neto já constam entre os atendidos. “A Vibra tem a expectativa de acelerar a travessia do Grupo Bandeirantes para a tecnologia, associando conteúdo, dados e inteligência artificial. E queremos oferecer uma ponte cada vez melhor entre as marcas que querem se comunicar em ambiente confiável com o ouvinte e espectador que há décadas interage com a Band”, propõe o executivo.

**Crédito da imagem no topo: Irina Devaeva/iStock

Publicidade

Compartilhe