Disney e Facebook se unem na transmissão da Libertadores no Brasil

Buscar

Mídia

Publicidade

Disney e Facebook se unem na transmissão da Libertadores no Brasil

Parceria, que já era válida em outros países da América Latina, passa a ser estendida ao território nacional

Bárbara Sacchitiello
22 de abril de 2021 - 6h00

Palmeiras celebra a conquista da Conmebol Libertadores de 2020/21 (Crédito: Reprodução/Facebook)

A partida entre Universitário X Palmeiras, realizada na noite dessa quarta-feira, 21, pela Copa Libertadores da América, marcou a estreia da parceria entre a Disney o Facebook para a transmissão do torneio de futebol.

A partir desta semana, a Disney, detentora dos direitos oficiais da Conmebol Libertadores na TV por assinatura, passa a compartilhar com a plataforma parte dos jogos do torneio, que os exibe no Facebook Watch. Nesta quinta-feira, 22, o confronto compartilhado pelos dois veículos será entre Fluminense e River Plate. O jogo será exibido tanto pela Fox Sports como pelo Facebook Watch.

A parceria entre Disney e Facebook na transmissão da Conmebol Libertadores já acontecia em outros países da América Latina e, agora, foi estendida ao Brasil. O acordo contempla a fase de grupos do torneio e, também. Algumas transmissões da fase eliminatória, que terá início em junho.

O Facebook é detentor dos direitos de transmissão da Conmebol Libertadores até 2022. Após esse período, a plataforma já anunciou que, por conta de uma nova diretriz global, não irá mais renovar os direitos esportivos da Libertadores e da UEFA Champions League. “Continuamos comprometidos em trabalhar de perto com os nossos parceiros da UEFA e da Conmebol para entregar excelentes experiências aos fãs e marcas até o final da atual temporada da Champions League e da Libertadores em 2022. Mas, daqui para a frente, vamos concentrar os nossos esforços em ajudar a indústria do esporte – de lidar a clubes, atletas, confederações, criadores e emissoras – a desenvolver e engajar audiências, construir modelos de negócios sustentáveis e monetizar seus conteúdos diretamente em nossas plataformas”, disse Leonardo Lenz Cesar, diretor de parcerias esportivas do Facebook para a América Latina.

Publicidade

Compartilhe