Kwai lista 8 tendências em vídeos curtos para 2022

Buscar

Mídia

Publicidade

Kwai lista 8 tendências em vídeos curtos para 2022

Plataforma coloca a live-commerce e aprimoramento das técnicas de SEO entre os recursos que devem movimentar os aplicativos do gênero


13 de janeiro de 2022 - 6h00

(Crédito: Divulgação/Ogilvy)

Os anos de 2021 e 2020 representaram o período da ascensão dos aplicativos de vídeos curtos. Com um ritmo ágil, dinâmico e espaço para humor, desafios e brincadeiras, plataformas como TikTok e Kwai explodiram entre a Geração Z e acabaram entrando no radar dos anunciantes.

Para 2022, a tendência é que o interesse pelos vídeos curtos continue em alta. E as plataformas estão se estruturando para aproveitar ainda mais esse momento. Em 2021, o Kwai estruturou uma equipe comercial para conduzir os negócios no País, que conta com profissionais de grande experiência no mercado. No fim do ano, o hub comercial brasileiro ganhou o status de responsável pelos negócios publicitários de toda a região da América Latina.

Com base nas preferências e comportamentos dos usuários, a plataforma elaborou uma lista de oito tendências que devem nortear o universo dos vídeos curtos no ano. Live-commerce, aprimoramento das técnicas de SEO e até mesmo a diminuição do ritmo das postagens estão entre elas. Veja:

1- Livestream e-commerce
As lives de vendas de produtos, que se tornaram mais populares nos últimos anos, tendem a ter ainda mais espaço também no universo dos vídeos curtos. O Kwai destaca a possibilidade de o formato permitir uma conexão direta com a audiência, por conta dos apresentadores e influenciadores que conduzem as vendas e, também, a facilidade de permitir que o usuário compre o produto diretamente da tela, com um clique.

2- Storytelling
Uma plataforma que se popularizou por permitir a divulgação de conteúdos e narrativas individuais tende a continuar tendo as histórias como ferramenta principal. O Kwai alerta para a importância de criação de conteúdos que contem histórias e que sejam capazes de criar conexão com a audiência.

3- Personalidade das marcas
A presença de avatares, que representem as empresas nesse ambiente de vídeos curtos, deve ser mais numerosa neste ano. De acordo com o Kwai, a humanização das marcas por meio de seus personagens faz com que o consumidor se conecte mais e crie um vínculo que tende a impulsionar os negócios.

4- SEO para vídeos
Além de produzir vídeos com criatividade e potencial de engajamento, é necessário também conhecer as melhores formas de posiciona-los nos campos de busca para que eles sejam encontrados pela audiência. O Kwai alerta que o investimento em recursos e ferramentas de SEO pode trazer mais visibilidade e melhor o desempenho dos vídeos.

5- Envolvimento da comunidade
Criação de conteúdo colaborativo entre os influenciadores continua sendo uma maneira de engajar a audiência. Challenges, hashtags populares e filtros podem indicar o conteúdo que ajuda a engajar a audiência.

6- Conteúdos em tempo real
Em um cenário de praticamente infinitas ofertas de conteúdo, aquilo que é postado em tempo real tende a ganhar mais notoriedade perante a audiência. Entre as experiências ao vivo que podem ser feitas nas plataformas podem estar palestras, webinars e live blogging.

7- Slow content
Em vez de uma quantidade insana de postagens, a tendência é de que exista uma preocupação maior com a produção e planejamento de conteúdos mais orgânicos, fluidos e criativos. A proposta é que os criadores de conteúdo tenham mais tempo e liberdade para produzir.

8- Produção de conteúdo com trilhas e efeitos
Efeitos criativos e trilhas sonoras devem ganhar mais espaço entre os usuários que queiram chamar a atenção da audiência. De acordo com a rede social, a tendência é de que a exploração de recursos visuais cresça nas plataformas em 2022.

Publicidade

Compartilhe