Record TV investe em conteúdo por voz com Alexa, da Amazon

Buscar
Publicidade

Mídia

Record TV investe em conteúdo por voz com Alexa, da Amazon

Parceria da emissora com a Amazon oferece mais de 20 conteúdos exclusivos e reforça iniciativas de tecnologia e interatividade com a audiência

Giovana Oréfice
4 de julho de 2022 - 6h03

Durante o período da pandemia, o uso de assistentes de voz no Brasil subiu 47%, conforme indica estudo da Ilumeo. Mirando nessa tendência, a Record TV anunciou nesta segunda-feira, 4, o lançamento de mais de 20 produtos exclusivos para a Alexa, assistente virtual da Amazon.

 

(Crédito: Tyler Nottley/Shutterstock)

Entre jornalismo e entretenimento, a parceria consolida o planejamento de ações de inovação da emissora com o objetivo de estar próximo dos espectadores com diferenciais que extrapolam as telas convencionais. “A presença do Grupo Record na Alexa reforça a preocupação em desenvolver soluções tecnológicas personalizadas e com conteúdo diferenciado para ir ao encontro das necessidades do usuário e fã de nossas propriedades”, explica Antonio Guerreiro, VP de jornalismo da Record TV. A proposta para a iniciativa é informar os consumidores de maneira nova e interativa.

O catálogo inclui programas e formatos já conhecidos pelo público, como o Jornal da Record, além dos podcasts derivados dos quadros Você e o Doutor e A Hora da Venenosa, que estão na programação do Hoje em Dia e Balanço Geral SP, respectivamente. Investindo na interatividade, a Record TV apresenta também o Desafio Mais e Menos, jogo interativo sobre o mundo do esporte, com narração do jornalista, radialista e apresentador Zé Luiz.

Para acessar o conteúdo, os usuários deverão falar o comando: “Alexa, abrir programas da Record”.

Essa expansão no uso de assistentes de voz é validada por Talita Taliberti, country manager da Amazon no Brasil: “A inteligência artificial é uma realidade no Brasil sim e vemos como os brasileiros já se adaptaram ao uso da Alexa”, comenta. As skills, diz Talita, são como aplicativos de voz que ampliam a experiência com a assistente. “Para as empresas, é possível dizer que as skills oferecem novas possibilidades de interação com consumidor ou com o público, exatamente como as da Record”, acrescenta.

Anteriormente a esse anúncio com a Amazon, o Grupo Record já vinha investindo em iniciativas de inteligência artificial com a Tina, atendente virtual da central de atendimento ao telespectador, e a intérprete de Libras no portal R7. “Estamos desenvolvendo chatbots para todos os programas para atendimento pelo WhatsApp. Tudo o que for preciso para estreitar e melhorar a comunicação com a audiência sempre é avaliado e desenvolvido”, afirma Guerreiro.

Publicidade

Compartilhe

Veja também