Presidente do Bradesco vira réu em caso Carf

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Presidente do Bradesco vira réu em caso Carf

Juiz da 10ª vara da Justiça Federal, em Brasília, aceitou denúncia; envolvidos têm 20 dias para defesa


28 de julho de 2016 - 13h26

Bradesco_Luiz-Trabuco_(Karime-Xavier-Folhapress)_575

Banco alega que seu presidente (foto) sequer foi ouvido (Crédito: Karime Xavier/Folhapress)

Luiz Carlos Trabuco Cappi, presidente do Bradesco, e outras nove pessoas, incluindo o diretor vice-presidente do banco Domingos Figueiredo de Abreu e o diretor gerente e de relações com investidores Luiz Carlos Angelotti, viraram réus no processo que investigará seu suposto envolvimento em esquema de corrupção ligado ao Conselho Administrativo de Recursos Financeiros (Carf).

Os problemas no relacionamento das empresas com o Carf – elas teriam tentado manipular as decisões do órgão, que avalia débitos de grandes contribuintes com a Receita Federal – foram denunciados na Operação Zelotes e nesta semana o juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª vara da Justiça Federal, em Brasília, decidiu aceitar a denúncia do Ministério Público Federal. Os envolvidos têm 20 dias para apresentar defesa.

No início de junho, o Bradesco chegou a publicar anúncios nos principais jornais do País, tendo como alvo clientes, acionistas e a sociedade em geral, se manifestando sobre a Operação Zelotes. O banco afirmava surpresa em relação aos indiciamentos pelo fato de que seus dois diretores haviam sido ouvidos somente como testemunhas e que Trabuco sequer tinha sido ouvido.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Domingos Figueiredo de Abreu

  • Luiz Carlos Angelotti

  • Vallisney de Souza Oliveira

  • Luiz Carlos Trabuco Cappi

  • Bradesco

  • Conselho Administrativo de Recursos Financeiros

  • Carf

Comente