HuffPost suspende programa de colaboração

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

HuffPost suspende programa de colaboração

Para diminuir propagação de notícias falsas, veículo vai contar apenas com reportagens dos jornalistas da empresa e artigos de opinião supervisionados pelos editores


18 de janeiro de 2018 - 15h06

Lydia Polgreen, editora-chefe do HuffPost (Crédito: Reprodução)

Conhecido pelas múltiplas vozes e o jornalismo democrático, o HuffPost anunciou na quarta-feira, 17, que vai parar de aceitar contribuições de colaboradores. Em seus treze anos de funcionamento, a plataforma ganhou relevância ao publicar conteúdo de aspirantes a escritores, jornalistas e celebridades que tinham a permissão para produzir tanto reportagens quanto textos pessoais para a empresa.

O anúncio foi feito pela atual editora-chefe, Lydia Polgreen, que justificou a medida a partir do crescente número de notícias falsas emergindo pela internet, inclusive em sua plataforma. Recentemente, um colaborador foi pago para publicar um texto sobre o sócio de Trump, Felix Sater. Em uma publicação no site, Polgreen diz que a plataforma se tornou um ambiente bagunçado onde as vozes mais altas prevalessem. Agora, o objetivo da editora é focar em informações de qualidade.

A fim de manter o propósito inicial do HuffPost, o veículo irá adotar uma sessão de opiniões alimentada por autores pagos e supervisionada pelos editores da plataforma. Atualmente, a empresa tem 210 funcionários na redação dos Estados Unidos e 340 que trabalham nas versões internacionais do portal.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Plataforma

  • colaboração

  • jornalismo

  • Huffington Post

  • Notícias falsas

  • fake news

  • HuffPost

  • contribuição

  • Lydia Polgreen

Comente