TIM transforma lojas em pontos de conexão para mulheres em risco

Buscar

TIM transforma lojas em pontos de conexão para mulheres em risco

Buscar
Publicidade

Marketing

TIM transforma lojas em pontos de conexão para mulheres em risco

Projeto implementado em 2023 pela BETC Havas nas principais lojas da operadora agora se expande para 147 unidades em todo o país


14 de março de 2024 - 15h46

A TIM transforma todas as lojas em pontos de conexão para mulheres em situação de risco (Crédito: Divulgação)

A TIM aproveitou o mês de celebração do Dia Internacional da Mulher para anunciar a ampliação do projeto Caminho Delas, desenvolvido pela BETC Havas em 2023, que contou com a cantora Iza, embaixadora da marca.

Anteriormente, a iniciativa havia transformado 11 lojas de São Paulo e do Rio de Janeiro em pontos de conexão para mulheres em situação de risco.

Agora o projeto estará presente em mais 147 unidades de 25 Estados, em todas as regiões do Brasil, oferecendo conexão a uma rede de apoio para todas as mulheres vítimas de qualquer tipo de violência, ou que se sentirem em perigo ou ameaçadas por seus agressores.

Como parte do projeto, serão transmitidos cinco conteúdos no programa Hoje em Dia, da TV Record, em que Ana Hickmann vai conduzir entrevistas e abordar assuntos diversos ao longo de cinco semanas.

Em parceria com a consultoria Livre de Assédio, a operadora promoveu um treinamento de toda equipe de vendas de atendimento para mais de 2 mil funcionários. Ao receber uma mulher em busca de ajuda, os profissionais são orientados a oferecer estrutura física para denúncia.

Além disso, o apoio inclui um smartphone para conexão, uma cartilha com informações, contatos de diversos canais públicos e outras autoridades.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Copa América e o desafio da (boa) experiência em meio ao caos

    Copa América e o desafio da (boa) experiência em meio ao caos

    Para patrocinadores como a Mastercard final do evento foi uma prova de fogo de seus conceitos de marketing e experiência

  • ABA e Cenp apoiam Li.belo, por diversidade e inclusão

    ABA e Cenp apoiam Li.belo, por diversidade e inclusão

    Entidades criaram um guia sobre linguagem LGBTQIAP+ e termos antirracistas, assim como um curso de capacitação para pessoas 50+