Universal Music vai retirar suas músicas do TikTok

Buscar

Universal Music vai retirar suas músicas do TikTok

Buscar
Publicidade

Mídia

Universal Music vai retirar suas músicas do TikTok

Após negociações, gravadora de artistas como Taylor Swift e Anitta anuncia que não renovará o contrato de licenciamento de conteúdo para os serviços do TikTok

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


31 de janeiro de 2024 - 16h10

A Universal Music, gravadora que representa artistas como Taylor Swift, Anitta e Harry Styles, anunciou nesta terça-feira, 31, que não renovará o contato de licenciamento de conteúdo para os serviços do TikTok e TikTok Music, expira nesta quarta-feira, 31.

Dessa forma, as músicas da gravadora não estarão mais disponíveis no aplicativo de vídeos curtos.

Universal Music TikTok

Universal Music é a atual gravadora da Taylor Swift (Crédito: Marcelo Endelli/TAS23/Getty Images)

Em carta aberta divulgada pela Universal Music, a gravadora pressionou o TikTok em relação a três “questões críticas”: compensação adequada para artistas, proteção contra os “efeitos nocivos” da IA e segurança online para os usuários.

A gravadora acusa a plataforma de vídeos curtos de “tentar construir um negócio baseado na música sem pagar um valor justo pela música”. A Universal ainda ressalta que o TikTok se propôs a pagar aos artistas “uma fração da taxa que as principais plataformas sociais em situação semelhante pagam”.

Além disso, a gravadora afirmou que foi intimidada pelo TikTok para aceitar  “um acordo de valor inferior ao anterior, muito inferior ao valor justo de mercado e que não refletia o seu crescimento exponencial”.

De acordo com a Universal, essa intimidação veio por meio da remoção seletiva de músicas de alguns seus artistas em começo de carreira do aplicativo, mantendo somente as “estrelas globais que impulsionam o público.”

Atualmente, o TikTok representa aproximadamente 1% da receita total da Universal Music, o que, segundo a gravadora, comprova o “quão pouco o TikTok compensa artistas e compositores, apesar da sua enorme e crescente base de usuários, do rápido aumento das receitas publicitárias e aumento da dependência de conteúdo baseado em música.”

Resposta do TikTok

Em comunicado, o TikTok declarou que as alegações da Universal Music são falsas. “É triste e decepcionante que o Universal Music Group tenha colocado a sua própria ganância acima dos interesses dos seus artistas e compositores”, disse a plataforma.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Google assina acordo para criar centro de pesquisa em São Paulo

    Google assina acordo para criar centro de pesquisa em São Paulo

    As obras de construção do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) IPT começam em setembro de 2024; Google já começa a compor a equipe de engenheiros e desenvolvedores

  • Plataforma de streaming processa Fox, Disney e Warner nos EUA

    Plataforma de streaming processa Fox, Disney e Warner nos EUA

    Fubo.TV alega que o novo streaming esportivo, que unirá as três companhias, tende a prejudicar a concorrência