patrocínio »



Erótika Fair mira outros estados

Feira apresenta as novidades do setor, comemora crescimento de 18,5% em 2011 e planeja edições em outras cidades

Alisson-Fernandez| »

23 de Março de 2012 15:15

Setor foca suas atenções em produtos para a nova classe C
+

Setor foca suas atenções em produtos para a nova classe C Crédito: Divulgação

O Palácio de Convenções do Anhembi, na cidade de São Paulo, recebe entre os dias 22 e 25 de março a 19ª edição da Erótika Fair, o maior encontro de negócios do mercado erótico latino e a quarta maior feira do mundo. Dentre os destaques deste ano estão as aulas de pompoarismo, dança do ventre e pole dance, além da exibição de filmes em 3D e de desfiles com os últimos lançamentos da moda íntima e acessórios.

"O público brasileiro gosta, curti e saiu do armário. Eles estão perdendo o medo de encarar o erotismo de frente", diz Evaldo Shiroma, presidente da Erótika Fair.

O mercado erótico e sensual brasileiro tem pouco mais de 30 anos no Brasil, e nos últimos anos vem demonstrando que o setor está mais voltado para os casais, numa clara alusão de que separar pornografia de erotismo é a melhor estratégia de crescimento para as indústrias do setor. Em 2011, o mercado cresceu 18,5% e comercializou mais de sete milhões de produtos por mês. A nova classe C foi quem impulsionou esse crescimento.

"O Filme "De Pernas pro Ar" ajudou neste crescimento expressivo, hoje as mulheres não sentem tanta vergonha de entrar em uma loja de artigos eróticos e comprar algo para usar com seus parceiros. Com o fortalecimento das empresas nacionais conseguimos elaborar produtos mais baratos, porém de excelente qualidade. O Brasil lança 80 produtos por ano e temos a melhor cosmética do mundo", relata Paula Aguiar, presidente da Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico Sensual (ABEME).

A edição deste ano, que conta apenas com o apoio de empresas do setor, marca o início do processo de expansão da feira, que pretende levar o evento para outras cidades.

"Em relação a patrocínios, acredito que há uma certa incompreensão do mercado publicitário no que se refere ao erotismo, afinal, a publicidade sempre usou a sensualidade em suas campanhas", comenta a presidente da ABEME.

"Recebemos convites do Brasil inteiro, mas gostaria muito de fazer uma edição da feira em Belo Horizonte, Brasília e Florianópolis. O meu grande sonho é ter o primeiro parque erótico do mundo", diz Shiroma.

A edição de 2013 já foi confirmada pela organização do evento e vai acontecer entre os dias 4 e 7 de abril no Palácio de Convenções do Anhembi, em São Paulo.


 

tags

»
comments powered by Disqus