Fábio Jr. ensaguentado e o marketing da Netflix

Buscar

Mídia

Publicidade

Fábio Jr. ensaguentado e o marketing da Netflix

Plataforma acumula cases em que utiliza celebridades e temas particulares ao Brasil para promover séries estrangeiras


16 de fevereiro de 2017 - 12h20

A Netflix notabilizou-se no Brasil por seu marketing de oportunidade e a capacidade que possui de gerar memes e captar os temas e celebridades locais que possam servir de inspiração para promover suas séries. Na última quarta-feira, 15, isso ficou claro mais uma vez com o vídeo “Alma Gêmea”, em que o cantor Fábio Júnior aparece ensanguentado para promover a série Santa Clarita Diet. O filme com o cantor foi assinado pela Crispin Porter + Bogusky Brasil.

Antes, várias outras personalidades brasileiras já participaram de ações da Netflix. É o caso da apresentadora Xuxa que, em novembro do ano passado, participou de uma ação da plataforma para promover a série Stranger Things. Ou a carismática apresentadora Palmirinha que, em julho do ano passado, participou de um vídeo para promover a série Orange is The New Black. Veja os momentos em que a Netflix mostrou que conhece o Brasil das ações mais recentes para as mais antigas:

 

Fábio Jr. ensaguentado

Marcia Fernandes no Sense 8

Xuxa em Stranger Things

Palmirinha em Orange is The New Black

No ritmo das novelas mexicanas

Inês Brasil no Orange is The New Black

Glauber, o tijolo

Verão e Narcos no mesmo vídeo

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • conteudo

  • marketing

  • memes

  • netflix

  • Redes Sociais

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”