A estratégia mobile first da Netflix

Buscar

Mídia

Publicidade

A estratégia mobile first da Netflix

Plataforma passa a oferecer a opção de download na mesma semana em que a HBO Go anuncia chegada ao Brasil

Luiz Gustavo Pacete
2 de dezembro de 2016 - 9h31

 

NETFLIXMOBILE

A Netflix anunciou nesta semana a opção de assistir conteúdo offline

A concorrência anda agitada no mercado de conteúdo on demand. Na semana passada, a Amazon Prime deu sinais de que chegará em breve ao Brasil e, nesta semana, o HBO Go sinalizou que passa a ser oferecido aos brasileiro a partir deste mês de dezembro.

Enquanto isso, a Netflix anunciou uma novidade importante esta semana: a possibilidade de os usuários baixarem o conteúdo e assistirem offline. “Essa estratégia resume um pensamento mobile first, a Amazon já tinha este serviço desde 2015”, diz o consultor digital Gil Giardelli. Ele reforça que em países emergentes é mais comum que as pessoas baixem para assistir.

Eric Messa, coordenador geral do Núcleo de Inovação em Mídia Digital da FAAP, explica que o novo recurso foi considerado pelo Netflix a partir da observação do comportamento dos usuários e pedidos explícitos. “Após acertos contratuais, o recurso foi liberado para gerar ainda mais valor para o serviço.”

Apesar de ser o maior mercado de vídeo on demand (VOD) da América Latina, o Brasil é o oitavo no mundo no segmento e ainda há um grande espaço para o desenvolvimento desta plataforma por aqui. Com uma receita estimada de US$ 352,3 milhões em 2016, o País viu o montante relativo a este serviço crescer 415% entre 2012 e este ano. Os dados são parte do estudo “O Impacto Econômico do Setor Audiovisual Brasileiro”,publicado em outubro.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Netflix

  • HBO

  • Amazon

  • Looke

  • globoplay

  • hbogo

  • amazon

  • prime

  • Netflix

  • Conteúdo

  • streaming

  • ondemand

  • concorrência

  • filmes

  • Plataforma

  • Séries

  • dowload