Conar abre processo para julgar vídeo de Burger King com Kid Bengala

Buscar

Conar abre processo para julgar vídeo de Burger King com Kid Bengala

Buscar
Publicidade

Comunicação

Conar abre processo para julgar vídeo de Burger King com Kid Bengala

Conselho de ética da entidade irá avaliar o teor do vídeo e a responsabilidade do anunciante na campanha


21 de fevereiro de 2024 - 18h48

Conar Kid Bengala

Kid Bengala foi convidado para estrelar a campanha “exagero”, do Burger King; caso será avaliado pelo Conar (Crédito: Reprodução

A campanha de Burger King com Kid Bengala, que gerou polêmica nas redes sociais e foi retirada do ar pela própria marca, será julgada pelo conselho de ética do Conar.

A reportagem de Meio & Mensagem apurou que o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária abriu processo para analisar o comercial, que recebeu muitas críticas do público nas redes sociais pelo fato de usar o ex-ator de filmes adultos.

O comercial faz parte da campanha Exageros e foi criado pela Jotacom. O filme fazia trocadilhos entre Kid Bengala e a promoção de dois sanduíches Whopper pelo valor de R$ 25.

Ainda que o próprio anunciante tenha retirado o comercial do ar, o Conar abre o processo para analisar a conduta da marca e da agência bem como para fixar jurisprudência para o caso.

Não há, ainda, uma data definida para o julgamento da campanha.

Repercussão negativa da campanha de Burger King com Kid Bengala

Lançado na quarta-feira, 14, o vídeo foi postado nas redes sociais de Burger King e do ator e acabou sendo tirado do ar no dia seguinte.

Em comunicado, o Burger King afirmou que removeu a postagem para não ampliar as discussões e polarização.

A Jotacom, agência responsável pela campanha, disse que a ideia era, de forma bem-humorada, fazer trocadilhos para o público prioritário da marca (jovem-adultos) e criar interações leves e divertidas.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Non Stop abre divisão para atender talentos da música

    Non Stop abre divisão para atender talentos da música

    Desde o começo do ano, empresa de influência realizou uma série de mudanças no organograma e, agora, apresenta vertical focada em música

  • Grupo Hope quer incentivar doações de peças íntimas

    Grupo Hope quer incentivar doações de peças íntimas

    Intitulado "Doe Esperança", projeto esclarece a possibilidade de doar itens underwear para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade