Ferramenta quer ampliar performance de mídia com inteligência artificial

Buscar

Ferramenta quer ampliar performance de mídia com inteligência artificial

Buscar
Publicidade

Comunicação

Ferramenta quer ampliar performance de mídia com inteligência artificial

Com a solução "Bacon", Media Hero investe em IA causal para otimizar investimentos por meio da classificação da jornada de compra dos usuários


25 de abril de 2024 - 6h00

Marcelo Ferronato_CEO da Media Hero_Div

Marcelo Ferronato, sócio e CEO da Media Hero (Crédito: Divulgação)

Com a inteligência artificial, o planejamento tático das empresas mudou. Afinal, é preciso ser ainda mais preciso com investimentos em marketing mais restritivos. É nesse cenário que a Media Hero aposta em uma nova solução para o  mercado brasileiro, com o algoritmo “Bacon.

Nesse sistema de automação proprietária, a interface funciona a partir de modelos de inteligência artificial causal. Nesse sentido, o sistema seleciona, identifica e classifica elementos na jornada de compra do usuário. Para isso, o algoritmo vasculha os dados das empresas parceiras em espaços e períodos específicos, como a geografia, o meio e o mês que foi realizado a conversão.

Com cerca de um ano de operação, a empresa foi criada por Marcelo Ferronato em sociedade com Gustavo Ioschpe, CEO da Big Data, uma empresa que há uma década trabalha com mecanismos de otimização e IA para setor de vendas.

Para Ferronato, que já trabalhou como executivo de marketing no McDonald’s e Burger King, a inspiração do nome do algoritmo veio a partir das estratégias de vendas dos restaurantes de fast food. “Toda vez que adicionávamos bacon em alguma opção era um sucesso de vendas”, comenta.

Como a inteligência artificial pode otimizar os investimentos em marketing?

Além disso, outra funcionalidade da plataforma desenvolvida pela Media Hero envolve a identificação dos canais de anúncios. Alinhada com as expectativas dos clientes, a plataforma consegue realizar simulações de capital em relação aos diferentes formatos, como televisão e redes sociais. Ao todo, são mais de 200 API. Segundo Ferronato, são feitas milhões de tentativas e simulações por instante, o que faz o planejamento ser mais rápido e preciso que o habitual.

Para o modelo, a Media Hero faz uso de três fontes primárias de inputs: os dados de negócio fornecidos pelos clientes; o histórico dos investimentos em marketing e mídia e, por fim, o contexto de informações elaboradas a partir de dados públicos, como IBGE e Banco Central, e privados.

Todavia, em decorrência dos diferentes graus de maturidade, a Media Hero também oferece um trabalho de organização e análise aprofundada dos dados empresários afim de filtrar o que realmente pode ser útil para o sistema.

Apesar de ainda estar no primeiro ano de atividade, a Media Hero já planeja a internacionalização da plataforma. Para 2024, a empresa quer concretizar o lançamento de duas versões adicionais, em inglês e espanhol. Atualmente, Nubank, Duracell, o Boticário, AlmappBBDO, David, estão entre as empresas que trabalham com a Media Hero.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Suck My Chic inaugura escritório em Paris

    Suck My Chic inaugura escritório em Paris

    Abertura começa por meio de uma parceria com o executivo Dara de Deri e marca processo de internacionalização da agência

  • Cid Moreira narra a liquidação da Shopee no mês de agosto

    Cid Moreira narra a liquidação da Shopee no mês de agosto

    Jornalista e apresentador Cid Moreira faz a locução de comercial da 8.8 Liquidação Shopee, que será veiculado em 7 e 8 de agosto