Alex Bogusky no pé da Coca-Cola

Buscar

Comunicação

Publicidade

Alex Bogusky no pé da Coca-Cola

Publicitário, que trabalhou com a marca Coca Zero no passado, critica anunciante no Twitter e sugere novo slogan. ?Coca-Cola não é igual a felicidade?, justifica

Felipe Turlao
15 de janeiro de 2013 - 10h47

 Há alguns meses, o publicitário Alex Bogusky, ex-sócio da premiada agência Crispin, Porter + Bogusky e atual guru em defesa do consumo consciente, tem protagonizado uma escalada ofensiva contra um dos maiores anunciante do mundo: a Coca-Cola.

No capítulo mais recente, ocorrido nesta segunda-feira, 14, Bogusky questiona um comercial da empresa sobre obesidade que, segundo ele, não mostrava nenhuma pessoa obesa. “O casting é ruim se considerarmos que um terço de nós (norte-americanos) somos obesos”, apontou, em sua conta no Twitter. O publicitário sugeriu ainda que o novo slogan da empresa deveria ser “não é nossa culpa”.

Confira o comercial abaixo:
 

wraps

 Alguns minutos depois, ele continuou com a metralhadora ao publicar link para uma matéria da NBC News que afirmava que pessoas que consomem refrigerantes diet são mais propensas a desenvolver quadro de depressão. “A ciência diz que Coca-Cola não é igual a felicidade”, afirma um irônico Bogusky, referindo-se ao conceito global “Abra a felicidade. Ele propõe ainda um desafio para criar um novo slogan para o produto. “Coca-Cola: nada desta m… é culpa nossa”, sugere.

Em outubro, Bogusky criou um vídeo para o Center for Science in the Public Interest (CSPI) que criticava veladamente a companhia, sem citar seu nome. O filme mostrava ursos polares tomando garrafas parecidas com as de Coca-Cola e experimentando efeitos negativos, como diabetes ou disfunção erétil. Uma porta-voz da Coca-Cola reagiu à época: “É uma irresponsabilidade e aparato típico do CSPI. Não irei ajudar ninguém a entender sobre balanço de calorias. Trata-se de um assunto importante segundo especialistas reconhecidos que estudam essa questão – um grupo que, por definição, não inclui a CSPI. Isso já diz tudo”.

Veja a peça abaixo:

 Após deixar a Crispin, Porter + Bogusky, em 2010, Bogusky passou um período sabático até lançar a Fearless Revolution, iniciativa que prega o consumo responsável. Na época, a novidade chamou a atenção pelo fato de que Bogusky havia sido o homem por trás da premiada publicidade de Burger King. O anunciante, inclusive, foi alvo do livro 9-Inch Diet, em que Bogusky defendia que os norte-americanos deveriam reduzir o tamanho de suas porções na hora da alimentação. Agora, com os ataques à Coca-Cola, ele se vira contra outro antigo e premiado cliente.

Publicidade

Compartilhe