Pedro Parente assume conselho do Grupo ABC

Buscar

Comunicação

Publicidade

Pedro Parente assume conselho do Grupo ABC

Presidente da Bunge passa a liderar conselho administrativo da holding brasileira, assumindo posto até então ocupado por Nizan Guanaes. Outra mudança é a saída de Bazinho Ferraz da presidência da XYZ Live

Felipe Turlao
16 de dezembro de 2013 - 4h45

O Grupo ABC aponta Pedro Parente, ex-ministro chefe da Casa Civil do governo FHC e atual CEO da Bunge, como presidente do conselho de administração. Ele acumulará a nova função com o cargo executivo na empresa do setor de alimentos.

No posto de chairman do Grupo ABC, Parente substitui Nizan Guanaes, que segue como sócio da holding e com suas funções na Africa. A mudança é parte de um projeto de profissionalização, intensificado com a entrada na sociedade do fundo Kinea, do Itaú, em abril

Guga Valente continua no cargo de CEO do Grupo ABC, que promove outras mudanças em seu alto escalão. Bazinho Ferraz deixa a presidência da XYZ Live e passa a responder como vice-presidente de novos negócios do ABC para o Brasil, cargo que está sendo criado.

Assim, a XYZ Live, que reduziu drasticamente de tamanho nas últimas semanas, passa a ser presidida por Guilherme Schaeffer, um dos ex-donos da Reunion (empresa que, junto com a Mondo e a Maior, deu origem à XYZ) e que vinha atuando como vice-presidente de esportes da agência.

Já Manuk Masseredjian deixa o cargo de COO e será o vice-presidente de novos negócios do ABC para a América Latina, atuando a partir do Chile. Não se sabe ainda se outro executivo será apontado como chefe de operações da holding.

Parente foi secretário executivo do Ministério da Fazenda, ministro chefe da Casa Civil e ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão durante o governo Fernando Henrique Cardoso. Entre 2003 e 2009, foi vice-presidente executivo do Grupo RBS. A chegada marca uma tendência do mercado de recorrer a nomes influentes de fora da publicidade para liderar seus conselhos. Há duas semanas, o concorrente Publicis Worldwide anunciou Roberto Lima, ex-presidente da Vivo, como chairman.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”