Prefeitura de SP proíbe distribuição de publicidade impressa

Buscar

Comunicação

Publicidade

Prefeitura de SP proíbe distribuição de publicidade impressa

Bruno Covas regulamenta lei de 2007 que previa multa de R$ 5 mil reais aos infratores


15 de janeiro de 2020 - 9h40

Crédito: g01xm/iStock

A prefeitura de São Paulo proibiu a distribuição de propaganda impressa em folhetos. A resolução foi publicada no Diário Oficial nessa terça-feira, 14. O município regulamentou uma lei de 2007, ainda durante a gestão Gilberto Kassab, que pune qualquer tipo de distribuição de publicidade impressa nas vias da capital.

Segundo o decreto, caso o infrator seja pego, pode receber multa de R$ 5 mil reais. Se após uma hora for flagrado novamente, fiscais podem dobrar a penalidade.

Haverá, também, apreensão do material de divulgação. O edital abre espaço para que o responsável pela operação, e não seu operador, seja multado.

“Havendo a indicação de mais de um beneficiário ou responsável pela divulgação do produto ou serviço por meio do material publicitário, o auto de multa deverá indicar apenas um infrator, de forma a não autuar mais de um responsável pela distribuição do mesmo material”, afirma o documento.

 

*Crédito da imagem no topo: Pixabay/Pexels

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • bruno covas

  • Prefeitura de São Paulo

  • legislação

  • Panfletos

  • Publicidade impressa

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”