eQlibri e Plano de Menina reforçam protagonismo feminino

Buscar

Comunicação

Publicidade

eQlibri e Plano de Menina reforçam protagonismo feminino

União resultou em um novo sabor de snack e embalagem especiais que visam ampliar o apoio ao projeto

Valeria Contado
23 de julho de 2021 - 19h07

Plano de Menina ajuda mulheres a entenderem e ganhar protagonismo. (Foto: Divulgação)

Juntas desde 2018, a eQlibri e o projeto Plano de Menina, fundado pela jornalista Vivi Duarte, trazem ao mercado um novo produto. O Panetini sabor coco é uma edição especial dos snacks produzidos pela marca, e que celebra a união entre as duas empresas ambos.

Além do novo sabor, uma embalagem customizada com a imagem do Plano de Menina e com um QR Code fazem parte da nova linha da eQlibri, que tem como objetivo ampliar o apoio ao projeto, e trazer mais conexão e visibilidade para mulheres. “Estávamos conversando sobre como dar mais visibilidade para o plano. Então pensamos em colocar em uma embalagem nossa e fazer um sabor especial”, conta Daniela Cachich, CMO da Pepsico, sobre uma conversa que teve com Vivi Duarte.

Para a marca, é importante ter essa consistência quando se trata de apoiar um projeto. Por isso, a eQilibri decidiu que 10% da venda do produto seria destinada ao Plano de Menina. Além disso, a cada compartilhamento do lançamento da marca via Instagram, será doado R$ 5 para o projeto.

“É algo muito poderoso, para quem está fazendo a ação e para quem está recebendo”, comenta Cachich sobre o fato de a eQlibri ser a marca madrinha do projeto. Atualmente, a linha de snacks da Pepsico conta com três embaixadoras: Yasmine McDougall Sterea, Ceo do Free Free, Jojoca criadora de conteúdo e Pamela Araújo, aluna formada pelo Plano de Menina.

Para Vivi Duarte, estar na embalagem da eQilibri é uma das provas que dá para contar com uma aproximação sincera, de um marketing de propósito, entre marcas e projetos. A fundadora do Plano de Menina explica que a intenção dessa junção é mostrar a força das mulheres. “Se uma sobe, puxa a outra”, enfatiza.

Além disso, para ela é muito importante poder ver e espalhar o projeto para mais de 200 milhões de pessoas, como é o caso do alcance da eQilibri. “Mais do que a apresentação dos nossos projetos, é a nossa força. Queremos inspirar mulheres a fazer mais”, finaliza Vivi.

Publicidade

Compartilhe