Dez dicas que devem guiar os CMOs em 2021

Buscar

Marketing

Publicidade

Dez dicas que devem guiar os CMOs em 2021

Embora haja mais otimismo quanto ao orçamento de marketing para o ano, alguns pontos de dúvida ainda pairam no ar, como mostrou estudo do IAB sobre cenários para este ano

Roseani Rocha
9 de fevereiro de 2021 - 6h00

Cenário ainda incerto demanda orçamentos flexíveis (Crédito: AdobeStock)

Em dezembro passado, o IAB divulgou o estudo 2021 Marketplace Outlook, no qual ouviu 266 profissionais de empresas que haviam comprado mídia e publicidade nos Estados Unidos em 2020 (entre profissionais de planejamento, mídia e marketing de agências e anunciantes). A pesquisa mostrava mais otimismo em relação a este ano, com estimativa de crescimento médio de 6% nos budgets de marketing.

No entanto, também apontava que muitos ainda se sentiam um pouco desorientados em relação a como agir neste ano ainda incerto, especialmente, diante de questões como o fim dos cookies, que aumentará a necessidade de first party data (não só ter, como saber lidar com eles) e de ferramentas que façam mensuração cross media.

O estudo afirma que mais de um terço dos entrevistados precisam de mais dados primários (first party data) e que a mídia digital deverá representar 71% do total de seus orçamentos (com social, search engine marketing, display e vídeo representando 60% do total dos orçamentos deste ano). Além disso, dados e privacidade estão entre os maiores desafios deste ano: 31% dos compradores de mídia não sabem se seus stakeholders têm entendimento claro quanto às implicações que enfrentarão uma vez que os cookies e identificadores estejam bloqueados.

Entre as conclusões da pesquisa, estão o fato de a despeito de quais sejam exatamente os números relativos ao budget de cada um para este ano, os orçamentos serão mais flexíveis e deverão focar em marketing de performance. Outro apontamento é que dentre a publicidade relacionada a causas, o tema da diversidade deve ser o que estará mais em evidência neste ano.

Na manchete da edição desta semana de Meio & Mensagem, profissionais do mercado brasileiro ajudaram a transpor a discussão para a realidade local, entre eles Paulo Cesar Queiroz, da PQ Consultoria, profissionais de anunciantes como P&G (Leonardo Romero, vice-presidente de marketing), Vivo (Marina Daineze, diretora de imagem e comunicação) e Itaú (Guilhermo Bressane, diretor de marketing negócios), assim como as profissionais à frente da mídia de duas das maiores agências do País, Ogilvy e VMLY&R (respectivamente, a head de mídia Vanessa Giannotti e Paula Marsili, vice-presidente de mídia).

Conheça as dez orientações principais aos CMOs que ainda estão tateando os caminhos para o planejamento deste ano, segundo esses profissionais e alguns dos dados do estudo do IAB, destacados na reportagem.

 

 

 

(*) Crédito da imagem no topo: ipopba-iStock

Publicidade

Compartilhe