Converse chega ao Rio de Janeiro com o City Forest

Buscar

Marketing

Publicidade

Converse chega ao Rio de Janeiro com o City Forest

Projeto da marca já passou por várias cidades no intuito de promover arte urbana e sustentabilidade


5 de março de 2021 - 16h27

Em 2020, a Converse trouxe ao Brasil com o projeto City Forest, que consiste na pintura de murais pela cidade com uma tinta sustentável. Cidades como Bangkok (Tailândia), Santigo (Chile), e Johanesburgo (África do Sul) já tiveram suas paredes renovadas, e agora, o projeto foi levado para o Rio de Janeiro, mais precisamente para a comunidade do Santo Amaro.

 

Mural do Santo Amaro (Créditos: Tio Verde)

O artista André Kajaman, pintou um mural na comunidade homenageando duas personalidades importantes para o local: Baiano, um dos primeiros moradores, que já faleceu, mas que tem sua lembrança e importância vivas entre os moradores; e Dona Martha, atual presidente da associação de moradores, já no seu segundo mandato. Tudo com a curadoria de Lucas Ademar, nascido e criado em Santo Amaro, conhecido por ser o criador do Ademáfia.

Além de incentivar a importância da arte urbana, a Converse também pretende, com esse projeto, destacar a sustentabilidade. Tudo é pintado com uma tinta fotocatalítica, que ajuda a purificar o ar ao redor. Cada metro quadrado pintado, equivale a uma árvore, e no total, no Rio de Janeiro, o mural equivale a 1064 árvores no entorno.

Após passar pelas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, a Converse leva o projeto para Salvador, onde terá a curadoria de Pedro Batalha e Hisan Silva, responsáveis pela marca Dendezeiro. O Mural, que será inaugurado no dia 8, no Dique do Toró, foi feito por duas artistas negras, Andressa Monique e Nila Carneiro, terá como tema “Afrofuturismo”, homenageando a cantora, compositora e atriz, Larissa Luz, um dos grandes nomes da nova geração da música baiana.

**Crédito da imagem no topo: Novendi Dian Prasetya/iStock

Publicidade

Compartilhe