Como a sororidade entra na comunicação da Hershey’s

Buscar
Publicidade

Marketing

Como a sororidade entra na comunicação da Hershey’s

Por mais um ano, marca de chocolates apresenta campanha e iniciativas voltadas ao desenvolvimento feminino

Valeria Contado
4 de março de 2022 - 14h09

Hersheys reforça a plataforma HerShe para empoderar mulheres (Crédito: Divulgação)

Com a aproximação do Dia Internacional da Mulher, comemorado neste 8 de março, a Hershey’s aproveita para reforçar suas iniciativas que buscam promover o desenvolvimento feminino no mercado de trabalho, seja em cargos de liderança ou como empreendedoras ou artistas. Por isso, a companhia lança a campanha “Mulheres apoiando o talento de mulheres. Uma barra de cada vez”, que faz parte da iniciativa de 2022 da plataforma HerShe, desenvolvida em 2020.

Para a ação deste ano, a inspiração foi nos termos “She for Her” e “Her for She” (Dela para Ela, na livre tradução). Em parceria com a BETC, agência que cuida da publicidade da marca, a empresa traz a temática de sororidade, com o intuito de promover uma rede de homenagens e indicações entre elas.

Com um plano de mídia 360º, a ação conta com as tradicionais barras temáticas de Hershey’s ao Leite, que servem de murais para a divulgação dos trabalhos de artistas mulheres. Nesta edição, as estampas irão representar a homenagem de uma mulher à outra e contarão com QR Codes que serão os impulsionadores dessa rede. As participantes serão, ainda, destacadas nas redes sociais da marca e em uma landing page exclusiva do movimento que tem como função reunir os conteúdos da campanha e disponibilizar as barras temáticas para vendas ao público.

Além disso, a chocolateria desenvolveu um press kit da edição com produtos da Ilustralle – loja da pequena empreendedora Isa, que produz itens de papelaria e acessórios estilizados – que será enviado a influenciadoras que se conectam com a iniciativa, como Paty Leda, Juliana Louise, Marina Smith, Two Lost Kids, Carla Lemos, Clara Fagundes, Michelle Meireles, Katia Campelo, Anna Telles, Gariela Gonçalves, Ana Morais. A ativação também contará com ações em pontos de venda na rede de supermercados St. Marche e a rede internacional de free shops Dufry, e  ações de merchandising no dia 8 no programa Mais Você, de Ana Maria Braga, na Globo.

Por fim, a empresa trouxe a rapper indígena Katu Mirim para desenvolver uma música exclusiva enaltecendo a sororidade e união entre as mulheres, que irá estampar uma das 6 embalagens de edição limitada, e será acompanhada de um videoclipe feito com uma equipe composta exclusivamente por mulheres.

Segundo a head de marketing Latam da Hershey’s, Camila Ribeiro, a intenção da empresa é que a HerShe se consolide como uma plataforma de empoderamento feminino durante o ano. “Promoveremos conteúdos, patrocinaremos podcasts e manteremos a conversa ativa para dar continuidade ao movimento”, conta. Para isso, a marca firmou parcerias com ONGs que incentivam o desenvolvimento feminino, como é o caso da Girl Up, ONG comprometida com o avanço das habilidades, direitos e oportunidades de meninas em todo o mundo, para a qual a empresa doará US$ 100 mil para ampliar os impactos da plataforma. “Outra parceria inovadora é com a Entreprenista, uma empresa de mídia e comunidade de membros dedicada a ajudar empresas de mulheres a serem bem-sucedidas, com a qual iremos destacar empreendedoras em todo o mundo”, conta Camila.

Como uma companhia gerida por uma mulher globalmente, a equidade de gênero e o empoderamento feminino é uma prioridade para nós, diz a head de marketing Latam da Hershey, Camila Ribeiro. (Crédito: Divulgação)

Além da HerShe, a Hershey’s promove mais ações que visam incrementar a diversidade, dentro e fora da empresa. É o caso do projeto Chocolate que Transforma, que por meio de ações como repaginação de identidade visual das redes sociais, investimento de mídia, treinamento de finanças e marketing, mentoria de gastronomia e fornecimento de insumos, ajuda a  impulsionar o negócio de microempreendedoras autônomas que utilizam o chocolate da linha Hershey’s Professional, e também do projeto Choco Master, desenvolvido em 2017, em que a marca apoia mulheres de comunidades, em parceria com a Gerando Falcões, trazendo às alunas aulas de confeitaria e gestão de negócios (o projeto não é exclusivo para mulheres, mas elas são a maioria do público). “Temos desafios em torno dessas frentes que exigem grandes movimentações e um olhar cuidadoso e estratégico para o tema”, avalia a head.

Internamente, a Hershey’s busca reforçar as iniciativas. Segundo Camila, a marca está desenvolvendo grupos de diversidade para que os funcionários possam conversar e trocar experiencias, além de trazer pontos de vistas diversos. No sentido de equidade, a Hershey traz uma política de equiparação de salários e lideranças. “São 48,1% de mulheres em todo o mundo, com o objetivo de atingir 50%; 37,4% dos líderes femininas globalmente e queremos chegar a 42%; e o Conselho de Administração tem 42% de diversidade de gênero. No Brasil, contamos com 52% de mulheres no quadro total de funcionários e 57% de mulheres na liderança (Diretoria e Gerência Geral LATAM)”, comenta a profissional.

Publicidade

Compartilhe

Veja também