Entidades interrompem Projeto Inter-Meios

Buscar

Mídia

Publicidade

Entidades interrompem Projeto Inter-Meios

Segundo Abert, ABL, Abmooh, Aner e ANJ, a negativa em participar de empresas como Google e Facebook quebra ?reciprocidade entre os meios?


4 de agosto de 2015 - 5h59

Em carta enviada ao Grupo Meio & Mensagem, cinco entidades representativas de empresas de mídia informam que “recomendarão aos veículos a elas associados que interrompam o fornecimento das suas receitas publicitárias ao Projeto Inter-Meios”.

O texto ressalta que as signatárias reconhecem a iniciativa do Grupo M&M como uma das “mais bem sucedidas do nosso mercado, com um longo histórico de relevantes serviços prestados à transparência e profissionalismo na relação dos veículos com agências e anunciantes”.

Por outro lado, pondera que nos últimos anos (“com o advento da internet e das plataformas digitais”) o Inter-Meios foi prejudicado pela negativa em participar de “empresas globais de tecnologia, como Google e Facebook”, que passaram a captar volumes crescentes de investimento publicitário, mas não informam seu faturamento ao projeto.

De acordo com a carta, essa postura quebrou a “reciprocidade entre os meios” e tornou o modelo atual do Inter-Meios “insatisfatório”. As entidades informam ainda que estudam experiências de outros países a fim de buscar uma “solução adequada a todos os meios de comunicação e que atenda ao mercado”.

Assinam, os presidentes da Abert, ABL, Abmooh, Aner e ANJ. Em decorrência dessa decisão, os números do Projeto Inter-Meios deixam de ser publicados. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”