SBT pede R$ 38 milhões por cota da Copa do Nordeste

Buscar
Publicidade

Mídia

SBT pede R$ 38 milhões por cota da Copa do Nordeste

Plano comercial da emissora contempla seis cotas; torneio será exibido por 10 afiliadas da região

Bárbara Sacchitiello
21 de setembro de 2018 - 16h58

(Crédito: Reprodução)

Após anunciar oficialmente nesta semana a transmissão da Copa do Nordeste 2019 com exclusividade na TV aberta, o SBT já começou a apresentar ao mercado o plano comercial da transmissão do campeonato, que terá início em janeiro do próximo ano.

Dessa vez, a emissora oferece seis cotas de patrocínio, duas a mais do que o plano apresentado em 2018 – quando o SBT, pela primeira vez, exibiu o torneio em parceria com o Esporte Interativo. O preço de tabela de cada uma das cotas é de R$ 38 milhões (valor de tabela).

O departamento comercial da emissora e representantes das afiliadas estão fazendo visitas às agências de publicidade de São Paulo para apresentar o plano. De acordo com o diretor comercial e de marketing do SBT, Marcelo Parada, a ideia é negociar com marcas de atuação nacional, que queiram reforçar seu posicionamento na região Nordeste do País. Em 2018, patrocinaram a Copa do Nordeste no SBT as marcas Net/Claro, 51, O Boticário e Schin.

A Copa do Nordeste será transmitida por 10 afiliadas do SBT: TV Aratu (Bahia); TV Ponta Verde (Alagoas); TV Jornal Recife e TV Jornal Caruaru (Pernambuco); TV Tambaú – João Pessoa e TV Borborema – Campina Grande (Paraíba); TV Ponta Negra (Rio Grande do Norte); TV Jangadeiro (Ceará); TV Cidade Verde (Piauí) e TV Difusora (Maranhão). Não haverá transmissão do torneio em rede nacional.

Até o ano passado, o SBT transmitiu o campeonato em parceria com o Esporte Interativo, detentor dos direitos de transmissão. Apesar de ter extinguido o canal na TV linear, a Turner manteve o acordo com o SBT, que segue com os direitos na janela da TV aberta. Em paralelo, a Liga do Nordeste, organizadora do torneio, também negocia os direitos de transmissão com outros veículos que queiram exibir o Nordestão em outros meios, como TV por assinatura e mídias digitais.

Pelo contrato firmado com a Turner, o SBT também tem o direito de exibir as partidas na internet – assim como outro veículo que venha a adquirir os direitos do torneio em outra janela. Para a exibição digital, o SBT também negocia cotas de patrocínio, no valor de R$ 3,5 milhões cada.

Publicidade

Compartilhe

Veja também