Facebook revela detalhes de transmissões esportivas

Buscar

Mídia

Publicidade

Facebook revela detalhes de transmissões esportivas

Entre outras ligas, plataforma detêm direitos de exibição dos maiores campeonatos continentais de futebol do mundo

Renato Rogenski
14 de fevereiro de 2019 - 6h00

A rede social concentra um total de 700 milhões de fãs de esportes em todo o mundo (Crédito: jpkirakun/iStock)

O jogo das transmissões esportivas mudou. Se em um passado recente o consumidor tinha a televisão como único meio eletrônico para assistir sua modalidade preferida, agora as competições estão espalhadas por todas as telas e devices ao redor do mundo. O reflexo maior do potencial deste mercado é a entrada do Facebook no negócio. Para exibição no Brasil, a empresa detêm os direitos de transmissões das duas maiores competições continentais de futebol do planeta: UEFA Champions League e Taça Libertadores de América.

A ideia da companhia, no entanto, não é ter equipe de esportes e nem produção própria e, para isso, precisa de parceiros para gerar conteúdo como canais de televisão, produtoras, federações e ligas. Para organizar o meio de campo das transmissões, em agosto de 2018 a empresa contratou o cofundador do Esporte Interativo, Leonardo Cesar. O executivo passou desde estão a ocupar a posição de diretor de parcerias na área. “O Facebook tem como missão aproximar as pessoas. E o esporte tem uma papel fundamental nesse aspecto. É um tipo de conteúdo que engaja naturalmente e tem enorme senso de comunidade”, afirmou.

Outro elemento que indica a enorme possibilidade de avanço da plataforma na área esportiva está nos números. Mensalmente 2,3 bilhões de pessoas se conectam ao Facebook, 128 milhões delas no Brasil. Além disso, a rede social concentra um total de 700 milhões de fãs de esportes em todo o mundo. Desse total, 400 milhões seguem alguma página relacionada com o futebol.

Não à toa, em junho de 2018, a companhia de Mark Zuckerberg adquiriu um pacote do campeonato europeu para as próximas três temporadas (2019-2021), em parceria com o Esporte Interativo. No Brasil, o Facebook transmite 66 partidas, incluindo as semifinais e a final, sendo 41 delas exclusiva na plataforma. Nesta temporada, quase 9 milhões de pessoas na América Latina já assistiram a Liga dos Campeões pela rede social. Os jogos ao vivo são transmitidos pelo Watch, ferramenta de vídeos do Facebook, nas páginas da Champions League e do Esporte Interativo.

Já o contrato para transmissão da competição sulamericana, que vale de 2019 a 2022, foi fechado em outubro, com a própria confederação de futebol local, a Conmebol. O acordo prevê a transmissão de todas as partidas às quinta-feiras, ao vivo e com exclusividade no Facebook Watch, para os 10 países sul-americanos. Somente no Brasil serão 27 jogos. O contrato também inclui um jogo por semana, na terça-feira ou quarta-feira, com transmissão simultânea na televisão.

Na questão da monetização dos jogos, o Facebook parece ainda tatear os melhores caminhos. A plataforma acaba de lançar no Brasil os formatos de Ad Breaks para o Watch. Os anúncios podem ser mostrados durante o vídeo, antes do conteúdo começar ou com uma imagem posicionada na parte debaixo da tela. “Ainda estamos no inicio dessa caminhada, testando todas as possbilidades. O Facebook tem essa mentalidade de criar, lançar, aprender e evoluir por meio de um processo interativo”, finaliza Leonardo.

Vale lembrar que no Brasil o Facebook transmite o campeonato de basquete, em parceria com a NBB. Globalmente, a empresa tem parceria para exibição da WSL (surf), MLB (baseball), Liga Mex (futebol mexicano), entre outros eventos.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • futebol

  • basquete

  • uefa

  • facebook

  • Mark Zuckerberg

  • Champions League

  • libertadores

  • WSL

  • NBB

  • Conmebol

  • Leonardo César

  • MLB

  • Liga Mex

  • Esprote Interativo

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”