Spotify leva DC Comics para podcasts

Buscar

Mídia

Publicidade

Spotify leva DC Comics para podcasts

Contrato com a Warner Bros. permite criação de programação original baseada no universo dos quadrinhos


19 de junho de 2020 - 14h05

Personagens como Superman e Mulher Maravilha devem estar presentes na plataforma (Crédito: Reprodução/DC Comics)

*Por George P. Slefo, do Ad Age

Em breve, as marcas poderão anunciar ao lado de Batman, Superman e Mulher Maravilha. O Spotify assinou um contrato exclusivo com a Warner Bros para levar os personagens da DC Comics para o universo do streaming de áudio.

Embora a companhia não tenha divulgado detalhes sobre o contrato, personagens como Superman e Mulher Maravilha provavelmente poderão ser vistos em séries produzidas pela Warner Bros para o Spotify. As companhias também lançarão programação de propriedade intelectual original, baseada no universo da DC. O Spotify será responsável por gerenciar o marketing e a publicidade, assim como a distribuição das produções pela sua plataforma.

“À medida que continuamos a enxergar um crescimento explosivo no mercado de podcasts ao redor do mundo, estamos muito empolgados em ser parceiros da Warner Bros para criar essa programação a partir dos ecossistemas da DC e Warner Bros”, afirmou Dawn Ostroff, diretora de conteúdo e negócios publicitários do Spotify, em comunicado.

A pandemia da Covid-19 está mudando os hábitos dos ouvintes. Em abril, a companhia disse que “agora, todos os dias parecem com fim de semana”, já que o consumo em carros, wearables e plataformas da web caiu, enquanto nas TVs e videogames cresceu mais de 50%.

Isso pode ser um bom presságio para os ouvintes. Os podcasts devem passar por uma evolução similar a vivida pela televisão anos atrás, marcada por uma proliferação dos tipos de programação. Uma das maiores tendências nesse segmento tem sido a criação de dramas de prestígio como Homecoming, Dirty John e Crimetown, que foram adaptadas para a TV.

O movimento também ressalta o esforço do Spotify para ser a primeira plataforma que vem a cabeça quando o assunto é podcast.

No mês passado, a companhia adicionou o podcast de humor norte-americano The Joe Rogan Experience a sua lista de atrações. Em 2019, lançou uma ferramenta de inserção publicitária, que oferece aos anunciantes a possibilidade de inserir dinamicamente anúncios de áudio segmentados, usando dados. O Spotify também pagou US$ 196 milhões por The Ringer, de Bill Simmons , e adquiriu a Gimlet Media por US$ 230 milhões. A companhia está testando um recurso de vídeo para seu aplicativo, que permitirá que os usuários alternem entre áudio e vídeo. Ainda não está claro se a produção com a DC Comics estará disponível para essa ferramenta.

Mais de US$ 678 milhões foram investidos em publicidade em podcasts, nos Estados Unidos, no último ano. O número marca um crescimento de 42% na comparação ano a ano, segundo a Interactive Advertising Bureau (IAB). A companhia espera que o montante chegue a US$ 1 bilhão no próximo ano.

O Spotify segue a Apple na liderança das plataformas de podcast, dos EUA, segundo um relatório da MIDiA Research, empresa de insights e análises. “Embora a diferença seja tão pequena que pode estar dentro da margem de erro da pesquisa”, afirmou a companhia em janeiro.

*Tradução: Taís Farias

**Crédito da foto no topo: iStock

Publicidade

Compartilhe