YouTube não vai mais reabrir seus Spaces globalmente

Buscar

Mídia

Publicidade

YouTube não vai mais reabrir seus Spaces globalmente

Fechados por conta da Covid-19, espaços físicos usados para eventos e treinamentos não serão mais reabertos, incluindo unidade no Rio de Janeiro

Taís Farias
19 de fevereiro de 2021 - 10h40

O YouTube não vai mais abrir seus Youtube Spaces, espaços físicos que a plataforma usava para realização de eventos, treinamento de criadores e como estúdios colaborativos. Segundo um anúncio feito pela companhia nesta quinta-feira, 18, as sete unidades, localizadas em Berlim, Londres, Los Angeles, Nova York, Paris, Tóquio e Rio de Janeiro, não voltarão a ser abertas e os esforços devem ser concentrados em soluções híbridas que mesclam digital e off-line.

 

Youtube Space no Rio de Janeiro (Crédito: Divulgação)

Os Spaces foram fechados globalmente em 2020 por conta da pandemia da Covid-19. Segundo o Youtube, mesmo sem os espaços físicos, foram realizados mais de mil eventos online, que atingiram mais de 70 mil pessoas em 145 países do mundo, no último ano. A iniciativa dos Youtube Spaces teve início há nove anos. Já a unidade brasileira, situada no Rio de Janeiro, foi inaugurada em 2017 com três mil metros quadrados e estúdios com câmeras 4K.

Além das unidades fixas, o YouTube também investiu no modelo de Pop-up Spaces, espaços físicos menores montados temporariamente para os eventos. Esse formato deve continuar sendo aproveitado pela plataforma, quando for possível.

“Acreditamos sinceramente que esta nova estratégia flexível nos permitirá alcançar mais regiões, impactar positivamente mais criadores e artistas novos e existentes, dando-lhes a orientação e os recursos de que precisam para levar seu trabalho ao próximo nível”, apontou Robert Kyncl, chief business officer do YouTube, no comunicado oficial.

*Crédito da foto no topo: Christian Wiediger/Unsplash

Publicidade

Compartilhe