Jovem Nerd é adquirido pelo Magalu

Buscar

Mídia

Publicidade

Jovem Nerd é adquirido pelo Magalu

Plataforma de cultura pop e geek passa a fazer parte do pilar de conteúdo da rede de varejo

Giovana Oréfice
14 de abril de 2021 - 12h34

*Atualizado às 15:05

Em mais um movimento no sentido de ampliar seus pilares de conteúdo e negócios, o Magazine Luiza anunciou nesta quarta-feira, 14, a aquisição da plataforma Jovem Nerd.

Fundado em 2002 como um portal de conteúdo para o público geek, o hub evoluiu para a cobertura dos temas relacionados ao cinema, games, séries, cultura pop, ciência e história e é responsável pelos projetos NerdCast, NerdOffice, NerdBunker, NerdPlayer e Nerdologia. A aquisição ocorre no aniversário de 19 anos do portal.

Em reportagem publicada em seu próprio portal, o Jovem Nerd comenta que mesmo com a aquisição pelo Magazine Luiza o “Jovem Nerd mantém sua liberdade criativa e independência editorial, um ponto que foi acordado antes mesmo de as negociações começarem”. A reportagem também fala que os fundadores do Jovem Nerd, Alexandre Ottoni e Deive Pazos, pretendem fazer board games e videogames usando as propriedades intelectuais de cada um, como Ozob, Ruff Ghanor e o Nerdcast RPG Cthulhu. Os fundadores do Jovem Nerd também publicaram um vídeo para falar da aquisição. Veja:

Em comunicado feito ao mercado, o Magalu afirma que conteúdo produzido pelo Jovem Nerd, tanto em formato de áudio, vídeo, texto e jogos, continuará sendo disponibilizado através dos atuais canais. Segundo Eduardo Galanternick, vice-presidente de negócios, a transação será benéfica em termos de receita de publicidade, uma vez que aumenta o potencial de atração de publicidade pela entrada de uma plataforma de converse com mais anunciantes. Além disso, a parceria deve viabilizar maior liberação de conteúdo com propriedades intelectuais – como produtos exclusivos, livros e games, por exemplo -, tendo mais acesso à mídias.

“Toda a nossa proposta é manter 100% essa liberdade criativa, editorial e independente, e potencializar o tempo deles para que consigam avançar ainda mais sobre esse ponto, enquanto nós vamos fazer parte de uma estrutura de suporte, assumindo as tarefas mais burocráticas”, afirma o VP. Ele acrescenta ainda que a companhia irá conectar toda a base de sellers do grupo, que inclui participantes de market place e fornecedores, para que utilizem da melhor forma o potencial do Jovem Nerd.

Os fundadores do Jovem Nerd, Alexandre Ottoni e Deive Passos, explicam que a adesão ao grupo Magalu será uma oportunidade para que a produção para plataformas digitais seja endossada pela tecnologia do Luiza Labs, além da melhoria de funções do aplicativo do Jovem Nerd. “O que é muito animador de pensar é que o nosso conteúdo poderá estar presente no super app do Magalu. […] A pessoa pode estra ouvindo uma notícia, se inteirando da cultura pop, sobre tecnologia e ciência, e pode estar ali pesquisando sobre um produto que esteja precisando ou algo neste sentido”, comenta Ottoni.

A aquisição do Jovem Nerd é mais um movimento de conteúdo que o Magalu faz neste ano. No fim de março, a rede de varejo anunciou a compra do aplicativo ToNoLucro e a plataforma GrandChef. Antes, a empresa também havia comunicado a aquisição do VipCommerce, uma plataforma de e-commerce White label com foco no varejo alimentar.

O Magalu também investiu para fortalecer seu pilar de moda e beleza. Também em março, a companhia comprou a plataforma de lifestyle e moda Steal the Look. Em agosto do ano passado a rede de varejo adquiriu o portal Canaltech, especializado em conteúdo sobre tecnologia e inovação. De acordo com Eduardo Galanternick, o Magalu continua buscando potenciais oportunidades, sempre estamos objetivando complementar a estratégia de reunir categorias muito bem definidas para dentro dos produtos da empresa.

Publicidade

Compartilhe