Globo faz spin-off de divisão de games e eSports

Buscar

Mídia

Publicidade

Globo faz spin-off de divisão de games e eSports

Com o nome de Player 1 Gaming Group, startup fará parte da Globo Ventures e reunirá os ativos do grupo na áreas de eventos, conteúdos, campeonatos e projetos especiais

Bárbara Sacchitiello
1 de julho de 2021 - 10h00

(Crédito: Pexels)

A Globo Ventures, unidade de investimentos do Grupo Globo, faz um importante movimento no universo de games e eSports, um dos setores do entretenimento que mais cresce em todo o mundo. Nesta quinta-feira, 1º de julho, a Globo faz um spin-off de sua divisão de games e eSports, que passa a existir como uma empresa independente, denominada Player 1 Gaming Group.

A nova startup terá investimento da Globo Ventures e marca uma nova etapa no ciclo de investimentos do grupo de mídia no setor, que começou em 2017 e foi sendo ampliado com a criação de produtos, conteúdo e projetos relacionados a área de games. O movimento acontece, segundo a Globo Ventures, no momento em que a Player 1, plataforma que reúne times e organiza campeonatos amadores de eSports, supera a marca de 1 milhão de gamers.

Com o spin-off, todas as iniciativas da Globo relacionadas ao setor de esportes eletrônicos passam a fazer parte da estrutura da nova startup. Dessa forma, irão compor a estrutura da Player 1 Gaming Group ativos como as competições estudantis, qualificatórias e profissionais (JEE, TUeS, CBCS, eGol, WESG Latam, e as séries de acesso da LBFF), eventos como Prêmio eSports Brasil e GG eSports Summit, o canal digital eSporTV (que será rebatizado como Player1), além do núcleo de produção e coprodução de conteúdos especiais sobre games.

Apesar da separação dos negócios em uma outra companhia, as coberturas e transmissões dos eventos e campeonatos da área continuarão tendo espaço nos canais lineares e digitais da Globo, segundo o grupo.

“Neste spin-off, vamos levar os ativos desenvolvidos, as parcerias estabelecidas e o time que liderou todas essas frentes na Globo. Vamos dar sequência aos projetos de games com a Globo, com marcas e publishers, mas daremos grande foco para escalar o negócio D2C, nos arriscando mais e sendo mais ágeis”, diz Leandro Valentim, executivo que ocupava o cargo de head de games e eSports da Globo e que, a partir de agora, passa a ocupar o posto de CEO da Player1 Gaming Group.

Em nota, Roberto Marinho Neto, CEO da Globo Ventures, diz que “o investimento na Player1 Gaming Group reforça nossa crença no crescimento da indústria dos games e eSports. O spin-off vai trazer foco e escala para um negócio promissor centrado neste consumidor altamente engajado.”

Publicidade

Compartilhe