Eletromidia adquire operação da Otima

Buscar

Mídia

Publicidade

Eletromidia adquire operação da Otima

Com a aquisição de 74% da empresa, que administra os abrigos de ônibus da cidade de São Paulo, player de OOH passa a atuar também no segmento de mobiliário urbano; empresa investirá R$ 150 milhões em edifícios residenciais

Bárbara Sacchitiello
26 de julho de 2021 - 8h39

*Atualizada às 8h55

A Eletromidia anunciou nesta segunda-feira, 26, via Fato Relevante, a aquisição de 74,65% da Otima Concessionária de Exploração de Mobiliário Urbano, empresa responsável pela administração e comercialização publicitária dos abrigos de ônibus da cidade de São Paulo.

 

Eduardo Alvarenga, CEO (à esq.) e Alexandre Guerrero, CSO da Eletromidia: compra da Otima coloca a empresa no segmento de mobiliário urbano (Crédito: Divulgação)

O valor total da negociação é de R$ 416.758 milhões. Desse montante, R$ 356.954 milhões serão pagos à vista e os R$ 59,804 restantes, à prazo. A aquisição foi firmada por meio da Publibanca S.A, subsidiária da companhia e prevê, ainda, a aquisição das ações restantes após a conclusão da operação. A negociação ainda está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A operação da Otima teve início em 2013, quando a empresa foi a vencedora da licitação para administrar os abrigos de ônibus da capital paulista. A companhia possui um inventário de 3.737 paineis instalados nos abrigos de toda a cidade, sendo 180 deles digitais.

A negociação coloca a Eletromidia no segmento do mobiliário urbano, área na qual a companhia ainda não atuava. Com um portfólio de mais de 60 mil faces publicitárias, a Eletromidia opera paineis publicitários em aeroportos, terminais rodoviários, trens, shoppings, elevadores e nas ruas. Em fevereiro deste ano, a empresa foi a primeira do segmento de publicidade nacional a abrir capital na Bolsa, já com a meta de expandir sua atuação tanto de forma orgânica quanto por aquisições.

“Além de ser estrategicamente importante para o crescimento da Eletromidia, a aquisição amplifica a força comercial das duas companhias. O investimento é pertinente, estratégico e em linha com a tese que norteou o nosso IPO no começo do ano, de aquisições que completem o catálogo de produtos oferecidos pela empresa”, diz Eduardo Alvarenga, CEO da Eletromidia, no comunicado oficial da aquisição. Alexandre Guerrero, CSO da operação, complementa que “ess movimento tem como principal narrativa a busca dos nossos clientes por projetos cada vez mais atrativos, digitalizados e integrados” e afirma que a empres quer “triplicar o número de faces digitais nas ruas de São Paulo que nos permitirá oferecer uma plataforma mais ágil e com todas as possibilidades que esse ativo já tem hoje”.

Investimento
Além da aquisição da operação da Otima, a Eletromidia também anuncia um investimento de R$ 150 milhões para expandir sua presença em edifícios residenciais do País. O foco são os condomínios-clube, que concentram um grande fluxo de pessoas.

Publicidade

Compartilhe