ByteDance começa a investir no metaverso

Buscar
Publicidade

Mídia

ByteDance começa a investir no metaverso

Dona do TikTok começa a capitalizar nesse universo, mesmo com riscos


29 de abril de 2022 - 14h18

 

Empresa tem como objetivo criar um espaço de compras digitais (Crédito: Shutterstock)

A ByteDance, dona do TikTok, e empresa que gerou US$ 58 bilhões em receita em 2021, inicia a sua trajetória de investimentos no metaverso. O intuito da tecnológica chinesa é montar uma linha de hardware, conteúdo, software e plataforma metaverse semelhante à da Meta.

No entanto, ainda existem discussões sobre os riscos desse tipo de investimento. Isso tem a ver com a relação da aderência desse tipo de tecnologia e o material necessário para que isso seja feito, já que não se sabe quanto tempo levaria para que as pessoas comprem os fones de ouvido de realidade virtual (VR) e entrem no movimento de universo tridimensional.

Mesmo assim, a ByteDance comprou, em agosto de 2021, a VR Pico, empresa chinesa fabricante de fones de ouvido VR, por US$ 1,4 bilhão. Além disso, a empresa de tecnologia investiu em campanhas para incentivar os consumidores a comprar os fones.

Porém, o maior intuito das empresas, incluindo a Meta, é atrair os criadores e desenvolvedores para abrir lojas dentro do universo virtual e implementar um novo ambiente de compras, semelhantes as stores dos smartphones.

Recentemente, a Meta anunciou que cobrará uma taxa de 47,5% sobre as vendas de ativos digitais que acontecerem dentro da plataforma. Segundo a empresa, a taxa está relacionada a tarifa para as transações realizadas por meio da Meta Quest Store (30%), adicionando 17,5% para plataforma Horizon Worlds, plataforma social expansiva de realidade virtual.

Publicidade

Compartilhe

Veja também