Snapchat revela tendências online e off-line da geração Z

Buscar
Publicidade

Mídia

Snapchat revela tendências online e off-line da geração Z

Realidade aumentada para uso em compras é impulsionada por este público

Amanda Schnaider
18 de julho de 2022 - 6h03

O Snapchat divulgou a pesquisa Geração Z em 2022: Cultura, comércio e conversas no Brasil, que revela as tendências encabeçadas pela geração Z e o impacto que estão causando no Brasil. Além de se expressar de maneiras mais criativas e imersivas, essa geração também está impulsionando uma mudança para experiências de compras mais imersivas e buscando conexões reais com as outras pessoas, marcas e com o mundo de forma geral.

 

71% da geração Z é mais propensa a prestar atenção em anúncios com realidade aumentada (crédito: Ground Picture/Shutterstock)

Max Rivera, global commercial expansion da Snap Inc., explica que o objetivo da pesquisa foi entender melhor os hábitos, comportamentos e preferências da geração Z quando se trata de como interagem online e off-line, como se envolvem com as marcas e a publicidade a partir de uma perspectiva de comércio e como gostam de se comunicar. “Realmente queríamos nos aprofundar para entender os desejos e necessidades de nosso público principal e o que é importante para eles”, enfatiza.

De acordo com o relatório, o comércio está mudando e geração Z está contribuindo para isso, visto que 96% desse público está interessado em usar a realidade aumentada (AR) para fazer compras e 90% gostariam de usar a tecnologia para experimentar maquiagem ou roupas. O estudo também revelou que 65% deles dizem que as experiências com AR parecem mais pessoais e que 71% são mais propensos a prestar atenção em anúncio com essa tecnologia.“O que mais chamou a atenção na pesquisa foi o potencial que as experiências imersivas têm para transformar a forma como a geração jovem se comunica e se comporta online”, complementa Rivera.

A pesquisa ainda mostrou que 83% das pessoas dessa geração estão buscando e priorizando ações que valorizem o bem coletivo. Além disso, a maioria (65%) afirma que usar lentes/filtros de AR ajudam a se sentirem mais conectadas às marcas e 54% disseram que se conectaram com outras pessoas por meio de marcas de que gostam. “Marcas que focam em complementar esses espaços que a geração Z está criando, que são espaços de positividade e individualidade, oferecendo experiências mais personalizadas e imersivas, estarão na vanguarda do mercado”, salienta o executivo.

Para realizar a pesquisa, o Snapchat encomendou o estudo global com a Crowd DNA, que realizou pesquisa quantitativa online com 16 mil pessoas de 13 anos a 44 anos em 16 países. Do total, 4.778 eram da geração Z. Amostra brasileira é composta por 1 mil pessoas de 13 anos a 44 anos. O levantamento ainda contou com entrevistas qualitativas, realizadas com dois membros de liderança da geração Snapchat em cada um dos 16 países.

Publicidade

Compartilhe

Veja também