Usuários dos EUA apoiam publicidade no Twitter

Buscar
Publicidade

Mídia

Usuários dos EUA apoiam publicidade no Twitter

Pesquisa feita pela The Harris Pool e Ad Age também mapeia para quem o público da plataforma torce na disputa judicial da rede social com Elon Musk


3 de agosto de 2022 - 18h39

(Crédito: Shutterstock)

Por Garett Sloane, do Ad Age

Os usuários do Twitter estão apoiando enfaticamente a publicidade de marcas na rede social, segundo uma nova pesquisa feita pelo Ad Age e The Harris Poll. Além disso, o estudo demonstra que os usuários estão torcendo para que a empresa prevaleça em seu processo judicial contra Elon Musk, que está tentando sair de um acordo para comprar a rede social.

A nova pesquisa, que avaliou as atitudes das pessoas em relação ao Twitter, Musk, bots e marcas, descobriu que 81% dos usuários acham que a rede social é uma boa maneira de as marcas alcançarem os consumidores. A maioria dos usuários do Twitter também entende a ameaça dos bots, que se tornou um ponto de discórdia na luta de Musk para declinar de sua oferta de compra da empresa por US$ 44 bilhões.

Usuários apoiam mais o Twitter do que Musk

A pesquisa perguntou a todos os entrevistados quais plataformas de mídia social eles usavam e descobriu que 35% dos consumidores dos Estados Unidos usam o Twitter semanalmente ou diariamente. Como ponto de comparação, 68% das pessoas disseram usar o Facebook semanalmente ou diariamente; 62% usavam o YouTube semanalmente ou diariamente; 31% usavam o Snapchat nesse período e 40% usavam o TikTok.

A nova pesquisa oferece insights sobre o humor dos usuários do Twitter e não usuários da rede, durante o enfrentamento público entre a empresa e Musk. No mês passado, o Twitter informou que a receita de anúncios do segundo trimestre cresceu 2% ano a ano, para US$ 1,08 bilhão. A rede social observou em sua declaração financeira que a “incerteza” em torno do acordo de Musk contribuiu para os ventos contrários a empresa.

O Twitter está processando Musk para que o bilionário cumpra seu acordo de US$ 44 bilhões para comprar a empresa. O CEO da Tesla anunciou a desistência do processo de compra alegando que os bots eram uma preocupação maior do que ele previa. Os spambot” são contas falsas e automatizadas que podem espalhar informações erradas, assediar usuários autênticos e afetar tendências nas mídias sociais.

Muitos observadores do Twitter acham que Musk está usando os bots como pretexto para economizar US$ 44 bilhões, o que agora parece um preço alto, já que a maioria das plataformas de mídia social perdeu valor este ano em meio à crise econômica. O Twitter argumentou, em seu processo de julho contra Musk, que o bilionário estava “bem ciente” de como a plataforma contabilizava os bots antes de fazer o acordo.

Quanto à qual parte deve ganhar o processo judicial, os usuários mais ativos da plataforma apoiam o Twitter: 49% dos usuários diários torcem pela empresa, enquanto 36% dos usuários diários torcem pela vitória judicial de Musk. Quando a pesquisa incluiu usuários e não usuários da rede social, mais pessoas apoiaram Musk: 41% disseram que o CEO da Tesla deveria vencer, enquanto 35% das pessoas disseram que o Twitter deveria vencer. O restante dos entrevistados estava indeciso.

“Com o fato de que os usuários diários do Twitter estão mais do lado da rede social em vez de Musk, a familiaridade com a plataforma pode desempenhar um papel crucial”, disse Will Johnson, CEO da Harris Poll. “Dito isso, parece que os norte-americanos podem preferir apoiar uma figura pública carismática a uma corporação, ou Musk ao Twitter, em geral”.

Parece que a briga de Musk não prejudicou a reputação do Twitter: 30% das pessoas pesquisadas disseram ter uma opinião melhor sobre o Twitter desde que o acordo foi feito; 18% tiveram uma opinião pior e 52% das opiniões das pessoas permaneceram inalteradas.

Familiaridade com bots

Os usuários do Twitter expressaram algum conhecimento sobre bots, com 73% dizendo que estavam pelo menos “um pouco familiarizados” com o termo. Todas as plataformas precisam lidar com uma certa quantidade de atividades de contas falsas, mas Musk colocou mais holofotes sobre essa questão no Twitter. A empresa tem afirmado consistentemente que menos de 5% de seus usuários ativos diários e monetizáveis são contas de spam. O Twitter tem 237,8 milhões de usuários ativos diários monetizáveis, de acordo com seu relatório financeiro do segundo trimestre.

Enquanto isso, 70% dos usuários do Twitter concordaram que os bots espalham desinformação e são usados para assediar pessoas em sites de mídia social. A pesquisa mostrou que 55% dos usuários concordaram que havia mais contas de bots no Twitter do que em outras plataformas sociais. Mas essa porcentagem caiu ao pesquisar os entrevistados dos Estados Unidos, incluindo não usuários do Twitter, já que 43% das pessoas pesquisadas achavam que o Twitter tinha mais bots do que outros sites de mídia social.

A pesquisa Ad Age-Harris também analisou o que os usuários do Twitter pensavam sobre as perspectivas de compras e comércio eletrônico no site, que tem sido um impulso estratégico fundamental para a empresa. O Twitter introduziu live commerce e outras ferramentas de varejo no ano passado. A pesquisa descobriu que 39% dos usuários do Twitter comprariam um produto promovido em uma transmissão ao vivo na rede social. Esse número aumenta entre os usuários “diários”: 43% dessa base comprariam produtos vistos no Twitter. Além disso, 48% dos usuários do Twitter descobriram marcas na plataforma.

Os resultados vêm de uma pesquisa online feita com 1.076 entrevistados realizada de 22 a 25 de julho pela The Harris Poll, em nome da Ad Age.

Publicidade

Compartilhe

Veja também