[SUBESTIMADO] Passarinho é comprado por US$ 44 bilhões

Buscar
Publicidade

Opinião

[SUBESTIMADO] Passarinho é comprado por US$ 44 bilhões

É com informação de qualidade que se prevê o futuro e o Twitter é uma pesquisa antropológica inestimável e ontime


2 de maio de 2022 - 16h47

Twitter aceitou a oferta de US$44 bilhões para compra da plataforma por Elon Musk, CEO da Tesla, anunciada em 25 de abril (Crédito: Shutterstock)

Há dez anos, o Facebook comprou o Instagram por US$ 1 bilhão. Semana passada, Elon Musk arrematou o Twitter por US$ 44 bilhões. Mesmo passando-se dez anos… A diferença de valor é brutal e chama a atenção.

Mas, então, quais os motivos pra isso?
Bom, na real, só tem “um” motivo pro bilionário ter comprado todas as ações do Twitter: INFORMAÇÃO.
Todos os outros são secundários…

Quanto mais refinada a informação for, melhor e mais valiosa, certo?
É isso! O Twitter entrega:
– Informação rápida
– Informação leve e direta
– Informação rastreável e comparável
– Informação valiosa
– Informação antecipada

Não é novidade pra ninguém… Sun Tzu, há mais de dois mil anos, já dizia: “Se um soberano iluminado e seu comandante obtêm a vitória sempre que entram em ação e alcançam feitos extraordinários, é porque eles detêm o conhecimento prévio e podem antever o desenrolar de uma guerra”. De uma guerra, de uma eleição; de uma aposta esportiva, de um BBB e por aí vai…

Não é com uma bola de cristal que se prevê o futuro. É com informação de qualidade.
E o Twitter é uma pesquisa antropológica inestimável e ontime.

Mais do que nunca, sempre que ouvir muito barulho, o passarinho será o primeiro a chegar.
E se quiser encontrá-lo, olhe pra cima, pois ele voará cada vez mais alto.

Publicidade

Compartilhe

Veja também