Cronograma da TV digital é mantido em São Paulo

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Cronograma da TV digital é mantido em São Paulo

Desligamento do sinal analógico na capital paulista e em 38 municípios vizinhos segue programado para 29 de março


31 de janeiro de 2017 - 18h51

TV_digital_BrasilRadioShow.jpg

(Crédito: Fotolia)

Atualizada em 01/2, às 10h45

Mesmo após divulgação de pesquisa que mostrou que parte da população de São Paulo não está preparada para o desligamento do sinal analógico, o Grupo de Implantação da TV Digital (Gired) decidiu manter o atual cronograma de switch-off. Dessa forma, no próximo dia 29 de março, o sinal analógico de TV deverá ser desligado na capital paulista e em 38 municípios vizinhos.

 O Gired comunicou que não irá propor alteração de cronograma ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação (MCTIC). A decisão do grupo foi comunicada um dia depois da divulgação da pesquisa, realizada pelo Ibope sob encomenda da Entidade Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV.

O estudo, feito com uma amostra de 1078 pessoas, mostrou que, apesar do fato de quase a totalidade (95%) desse grupo já ter ouvido falar da transição para o sinal digital, 86% se declarou estar preparado tecnologicamente para a mudança do sinal. O Gired considera que, para acontecer a mudança de sinal sem prejuízos para a população, é necessário que, no mínimo, 90% da população já possua televisores compatíveis ou conversores de sinal digital.

A Entidade Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização (EAD) apresentou proposta, durante a reunião do Gired, para o adiamento do cronograma de desligamento do sinal analógico em outras regiões do País. Mas isso somente será analisado na próxima reunião do Grupo, marcada para o dia 20 deste mês. O presidente do Gired divulgou novos números da distribuição dos kits gratuitos da TV digital compostos por antena, conversor e controle remoto em coletiva realizada na tarde de hoje. Até o momento, foram retirados 20% dos 1.870.000 kits gratuitos para a cidade de São Paulo e municípios vizinhos. No entanto, na capital paulista só foram retirados 3% dos kits oferecidos. Quadros informou que em fevereiro e março a distribuição dos kits deve ser acelerada.

4G

O presidente da Anatel informou que ainda nesta terça-feira as operadoras de telefonia móvel Algar, Claro, TIM e Vivo, vencedoras do leilão de 700 MHz, deveriam depositar duas parcelas devidas à EAD por conta da utilização da faixa para transmissões de 4G após o fim da TV analógica. O valor total que deve ser pago, com correção monetária, é de R$ 2,6 bilhões. O valor original de cada parcela era de R$ 1,1 bilhão. Esse montante será utilizado no fornecimento dos kits gratuitos da TV Digital.

E nesta quarta-feira, 31, a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e a Seja Digital (empresa responsável pela digitalização da TV analógica no Brasil) assinam convênio para a formação de 75 mil multiplicadores da TV digital em São Paulo e no interior do Estado. Na prática, parte desses alunos vai orientar a população e ajudar a instalar os conversores que adaptam as TVs de tubo à nova tecnologia digital. Para a região metropolitana de São Paulo serão distribuídos, gratuitamente, quase 2 milhões de kits compostos por conversor digital, antena e cabos. A ação faz parte da Patrulha Digital, que forma alunos do Senai em eletrônica, eletrotécnica, refrigeração, telecomunicações, informática e edificações para atuar no processo de transição da TV analógica para a digital.

Publicidade

Compartilhe

Comente