Google e Facebook concentram 20% da publicidade global

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Google e Facebook concentram 20% da publicidade global

Das 30 maiores empresas de mídia do mundo, Grupo Globo aparece em 19º lugar


4 de maio de 2017 - 17h54

Por meio da holding Alphabet, o Google alcançou US$ 79,4 bilhões em receita com anúncios em 2016, três vezes mais que o valor de US$ 26,9 bilhões levantado pelo Facebook. Ambas empresas detiveram 20% dos investimentos globais em publicidade dos anunciantes no ano passado — número que dobrou, em comparação a 2012, fazendo com que ocupassem os primeiros lugares do ranking, realizado pela consultoria Zenith Optimedia. O Twitter, por sua vez, está na última posição (30ª). As informações constam na nova edição do relatório “Top Thirty Global Media Owners”, que deixou de fora outras atividades além das receitas vindas de anúncios.

A americana Comcast está em terceiro lugar e a Baidu, em quarto no ranking global dos grupos de mídia. O Grupo Globo é o único brasileiro dos top 30, aparecendo na 19ª posição. Além de Estados Unidos, China e Brasil, aparecem na pesquisa países como França, com JCDecaux (17º lugar), Itália, com Mediaset (22º lugar), Reino Unido, com ITV (25º lugar), e Alemanha, com Axel Springer (28º lugar).

Confira o ranking global:

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • facebook

  • jcdecaux

  • Google

  • Grupo Globo

  • comcast

  • Baidu

  • Mediaset

  • Alphanet

  • ITV

  • Google

  • facebook

  • comcast

  • ITV

  • Baidu

  • jcdecaux

  • Alphanet

  • Mediaset

  • Grupo Globo

  • Top Thirty Global Media Owners

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”