Google, WhatsApp e YouTube: as marcas mais influentes do Brasil em 2022

Buscar

Google, WhatsApp e YouTube: as marcas mais influentes do Brasil em 2022

Buscar
Publicidade

Marketing

Google, WhatsApp e YouTube: as marcas mais influentes do Brasil em 2022

Marcas de tecnologia configuram os três primeiros lugares do ranking The Most Influential Brands da Ipsos de 2022, revelada nesta quarta-feira, 19


19 de abril de 2023 - 12h49

A Ipsos apresentou nesta quarta-feira, 19, a décima edição da pesquisa The Most Influential Brands no Brasil. Baseado em análises do ano de 2022, o top 3 foi liderado por marcas ligadas à tecnologia e big techs. O Google apareceu em primeiro lugar, seguido do WhatsApp e YouTube.

O lançamento do estudo aconteceu em evento, que contou com a presença de Marcos Calliari, CEO da Ipsos no Brasil; Paula Sória, diretora sênior de clientes; Ana Hashizume, head de trackings de saúde de marca; e Steve Levy, diretor de clientes da Ipsos no Canadá (de maneira online) e idealizador da pesquisa.

Google está entre as marcas mais influentes do Brasil

Google é a marca mais influente do Brasil, segundo a Ipsos, repetindo a posição do ranking anterior (Crédito: Shutterstock)

O Google manteve a liderança em relação a 2021. Entre as razões da permanência no topo está a consistência de performance, inovação e confiança construída junto ao consumidor ao longo dos tempo em que está no Brasil. Os dois últimos fatores também foram decisivos para a presença do WhatsApp na lista.

O aplicativo da Meta conta com uma penetração de 1 bilhão de usuários no mundo, sendo que o Brasil está entre seus três principais mercados, conforme explicou Beatriz Bottesi, head de marketing da Meta na América Latina. A executiva se juntou a Juliana Roschel, diretora de marketing no Nubank; Maia Mau, diretora de marketing do Google no Brasil; e Maria Paula Fonseca, diretora do CoE da marca Natura, em painel.

A marca da Meta desbancou a Samsung em relação ao ranking de 2021, que passou a ocupar a sexta posição. Já o YouTube mantém sua liderança na terceira colocação do estudo; endossando o valor do grupo Google na percepção dos usuários brasileiros e sua contribuição para o entretenimento, fonte de informação e aprendizado, entre outros.

Na sequência, o top cinco é endossado pelo Instagram e Amazon – antes em sexto lugar – que ocupam a quarta e quinta posição. Confira o ranking completo:

Em relação à análise do ano anterior (2021), Nestlé, Facebook, Americanas, Mercado Livre e Microsoft deixam o posto de uma das 10 marcas mais influentes do País. Contudo, além do WhatsApp, a Ipsos declarou a chegada de Nubank, O Boticário e Instagram.

Ademais, um ponto a ser ressaltado é a presença de O Boticário e Natura em meio à predominância das marcas mais influentes do Brasil voltadas a serviços tecnológicos. Segundo a Ipsos, o destaque de influência para ambas é visto no quesito da responsabilidade socioambiental que exercem e, claro, deixam transparecer em ações práticas e comunicação perante o público.

As 10 marcas mais influentes do Brasil, segundo a Ipsos (Crédito: Giovana Oréfice)

Metodologia

Entre os atributos analisados junto aos consumidores para realizar a classificação das marcas estão inovação, confiança, responsabilidade socioambiental, presença e engajamento online. Neste ano, a novidade foi o critério de empatia. O novo driver tem suas origens e se configura como um legado do período da pandemia e expressa a preocupação genuína que marcas expressam frente ao consumidor em um momento atípico como o da crise sanitária.

Segundo a head de trackings de saúde da marca da Ipsos, Ana Hashizume, desde 2019, a empresa vem observando um equilíbrio entre os drivers de composição da influência das marcas na sociedade, sobretudo durante a pandemia. Inovação e confiança, por exemplo, já se mostravam historicamente relevantes, mas na pandemia passaram por tal equilíbrio e agora configuram peso maior.

 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Cade aprova a compra do Playcenter pela Cacau Show

    Cade aprova a compra do Playcenter pela Cacau Show

    Rede de chocolates adquiriu a empresa de entretenimento com o foco de ingressar no setor de experiências

  • Vult entra no segmento de produtos para cabelos

    Vult entra no segmento de produtos para cabelos

    Marca de beleza amplia atuação, colocando no mercado mais de 50 diferentes produtos para contemplar a diversidade brasileira