Naming rights, patrocínio e shows: quais são os planos de negócios do São Paulo

Buscar

Naming rights, patrocínio e shows: quais são os planos de negócios do São Paulo

Buscar
Publicidade

Marketing

Naming rights, patrocínio e shows: quais são os planos de negócios do São Paulo

Clube inicia temporada de 2024 com movimentações no mercado para atrair mais visibilidade e novas marcas para o time


18 de janeiro de 2024 - 20h30

São Paulo inicia novo ciclo nos planos de negócios do clube (Crédito: divulgação /rubens chiri / site)

São Paulo inicia novo ciclo nos planos de negócios do clube (Crédito: divulgação /rubens chiri / site)

O São Paulo futebol clube anunciou na noite desta quinta-feira, 18, durante evento realizado em parceria com a Alob Sports, que aconteceu no Varanda Estaiada, a nova linha de camisa do clube. Contando com um portfólio completo, o clube apresentou ao mercado sua nova fornecedora de materiais esportivos, a New Balance.

Desde 2018, o clube paulista contava com a Adidas como sua fornecedora oficial e a partir desta temporada, a marca, que também é patrocinadora do Endrick, assume um contrato de exclusividade.

Segundo o diretor executivo de marketing do São Paulo, Eduardo Toni, a mudança aconteceu justamente pelo clube buscar essa exclusividade. “Gostaríamos de ter toda a atenção da marca voltada ao São Paulo. Por isso fechamos esse contrato de exclusividade com a New Balance pelos próximos dois anos”, diz.

Para o lançamento, o São Paulo contou com uma iniciativa criada pela Le Pub que trouxe o conceito “a camisa mais pesada do Brasil”, que celebra as conquistas do time durante seus 93 anos. Em uma ação no ambiente digital, o clube disponibilizou um “spoiler” para matar a curiosidade dos torcedores. No entanto, ao tentar abrir a imagem ela não carregava completamente.

Substituição de patrocínio máster

Essa não foi a única movimentação do São Paulo no mercado. No início de 2024, o clube do Morumbi renovou o seu ciclo de patrocinadores. Com isso, a camisa do São Paulo chega para a temporada atual renovada. Durante o evento, o clube anunciou a chegada da Superbet. A casa de apostas substituirá a Sportsbet.io, que ocupava a cota máster do clube.

Segundo Toni, o contrato leva em consideração, além da parte frontal e traseira da camisa, ações com torcedores, placas de led no estádio, camarote, ações nas redes sociais, vista ao centro de treinamento (CT) da Barra Funda, day use no Morumbis e em Cotia. Além disso, a empresa contará com ações no futebol feminino e no basquete do clube.
A reportagem apurou que o contrato renderá R$156 milhões ao São Paulo, mais bônus, pelos próximos três anos.

São Paulo quer recuperar shows

Além disso, para 2024, o clube quer recuperar a agenda de shows. O Morumbis – o nome mudou no começo do ano – era o grande polo de entretenimento da cidade recebendo nomes como Queen, Madonna, Justin Bieber, Jonas Brothers e mais recentemente, Coldplay e RBD. Mas, a chegada da Arena Multiuso, Allianz Parque (estádio do Palmeiras) levou os espetáculos para o outro lado da cidade.

Para isso, o clube assinou um contrato de exclusividade com a LiveNation, que visava trazer os shows de volta para o Morumbis. O contrato foi discutido e assinado no final do ano passado e tem uma cláusula de veto, na qual a empresa de shows pode negar que o estádio receba algum artista de outra agência.

Essa iniciativa faz parte de uma estratégia do São Paulo para amplificar a sua presença no cenário pop. “Faz parte da nossa estratégia, porque assim internacionalizamos a nossa marca, o nosso estádio. Fizemos muitas ações de relacionamento, de brand com o show do Coldplay aqui no Brasil. Assim voltamos a ter a nossa origem de fazer espetáculo”. O executivo reforça que o principal core do São Paulo é o futebol. Desse modo, o clube priorizará a agenda de jogos, podendo negar reservas de shows em datas importantes para o time.

Por fim, o estádio do São Paulo também recebeu um novo nome e passou a se chamar Morumbis. O contrato de naming rights foi uma parceria com a Mondelez, e faz alusão ao chocolate Bis, um dos carros-chefes da marca no Brasil. Segundo apuração da reportagem, o contrato gira em torno de R$75 milhões pelos próximos três anos.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Surf: Dream Tour define patrocinadores para 2024

    Surf: Dream Tour define patrocinadores para 2024

    Prio, Gerdau e Estácio promovem as seis etapas do principal campeonato de Surf do Brasil

  • Talk com Môni aborda o luxo mais liberto de suas próprias amarras

    Talk com Môni aborda o luxo mais liberto de suas próprias amarras

    Em sua quarta edição, evento que acontece no JK Iguatemi discute redes sociais e influência no segmento que por muito tempo resistiu a tudo isso