SouthRock perde licença de operação de Starbucks no Brasil

Buscar

SouthRock perde licença de operação de Starbucks no Brasil

Buscar
Publicidade

Marketing

SouthRock perde licença de operação de Starbucks no Brasil

A Starbucks Coffee International Inc alega não haver pagamentos pela controladora brasileira e rompe diálogo com empresa após quase cinco anos de colaboração; South Rock tenta reverter decisão


1 de novembro de 2023 - 16h40

Com receita na casa dos R$50 milhões por mês, SouthRock pode perder definitivamente o licenciamento das operações da rede de cafeterias Starbucks no Brasil (Crédito: Divulgação)

Com receita na casa dos R$ 50 milhões por mês, a SouthRock pode perder definitivamente o licenciamento das operações da rede de cafeterias Starbucks no Brasil (Crédito: Divulgação)

A Starbucks Coffee International Inc. solicitou o encerramento das atividades dos negócios no Brasil pela SouthRock. Desde 2018, as operações nacionais eram licenciadas com a SouthRock Capital, empresa de private equity com sede em São Paulo, fundada em 2015. Segundo a operadora, as marcas continuarão operando e entregando os produtos exclusivos da marca.

Na terça-feira, 31, a controladora abriu pedido de recuperação judicial na 1a  Vara de Falências da Justiça de São Paulo. Segundo a Folha de S. Paulo, a notificação do fim do acordo chegou ainda em outubro e, em seguida, conversas entre assessores legais da empresa global e da SouthRock foram interrompidas. De acordo com o comunicado oficial da marca, após a pandemia de covid-19, somados os problemas de inflação “com permanência de taxas de juros elevadas”, os desafios afetaram as operações no Brasil. As dívidas giram em torno de R$ 1,8 bilhão.

Todavia, a SouthRock aponta que, para que seja possível manter as operações sustentáveis, a empresa se prepara para “enfrentar uma nova fase de desafios” com reestruturação dos negócios. Além disso, a controladora ainda destaca que os ajustes incluem a revisão do número de lojas operantes, do calendário de aberturas, de alinhamentos com fornecedores e stakeholders, bem como de sua força de trabalho. Ainda segundo a Folha, nas redes sociais da marca já foi possível constatar relatos de funcionários demitidos e lojas fechadas em São Paulo e no Rio de Janeiro. Em fevereiro, a marca tinha 187 lojas ativas e planejava expandir para Ceará, Goiás e Recife. 

Histórico da SouthRock

O processo de reestruturação da SouthRock já começou, com o apoio de consultores externos e stakeholders. Além das operações licenciadas da Starbucks no Brasil, a SouthRock controla as operações da Subway, Eataly e TGI Fridays.
Fundada por Ken Pope, a empresa focada em operações foodservice iniciou as atividades em 2017, por meio da Brazil Airport Restaurants, operadora multimarcas de alimentos e bebidas nos aeroportos.

Em 2018, a empresa assinou um contrato de licenciamento exclusivo com as marcas Starbucks Brasil e com TGI Fridays que os concedeu o direito de operar essas marcas em todo território nacional (modelo utilizado por essas marcas globalmente). O processo de expansão da companhia foi ampliado em 2019, quando foram inauguradas as lojas da Starbucks em Santa Catarina, o primeiro mercado fora de São Paulo, e Rio de Janeiro. Além do direito exclusivo de operar as lojas da rede de cafeterias, a SouthRock paga taxa de licenciamento sobre as vendas à Starbucks.

A solicitação jurídica inclui a suspensão de retenção de recebíveis em todas as empresas controladas: Starbucks, Eataly, Subway, TGI Fridays, Brazil Airport Restaurantes, Brazil Highway Restaurantes e Vai Pay Soluções em Pagamento. Apesar de o grupo SouthRock Capital não reconhecer a notificação da marca global e alegar rompimentos repentinos na comunicação entre as partes, a empresa pede que o uso da marca seja mantido durante stay period correspondente à recuperação judicial.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Olimpíadas de Paris: Casa Brasil tem patrocínio de quatro marcas

    Olimpíadas de Paris: Casa Brasil tem patrocínio de quatro marcas

    Com Corona, XP, Medley e Azul, espaço terá 5 mil metros quadrados e contará com dois ambientes, um interno e outro externo

  • Consumidores ampliam cesta e marcas conquistam novos lares

    Consumidores ampliam cesta e marcas conquistam novos lares

    Coca-Cola lidera Ranking Kantar Brand Footprint das marcas mais escolhidas dentro do lar com número recorde, seguida por Ypê, Perdigão, Italac e Seara