Time for Fun confirma Lollapalooza

Buscar
Publicidade

Marketing

Time for Fun confirma Lollapalooza

Festival terá edições garantidas pelos próximos cinco anos

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


5 de agosto de 2013 - 10h38

Em fato relevante divulgado nesta segunda-feira, 05, a Time for Fun (T4F) anunciou a assinatura de um memorando de entendimento com os organizadores do Lollapalooza para realização do festival no Brasil pelos próximos cinco anos, renováveis por mais cinco.

Em 2014, o festival já será realizado pela T4F e espera receber 140 mil pessoas e 80 grupos de rock. Já passaram pelo festival bandas como Jane’s Addiction (cujo líder, Perry Farrell, criou o Lollapalooza), Pearl Jam, Foo Fighters, The Killers e Queens of Stone Age, entre outros nomes de peso.

Criado em 1991, em Chicago, o Lollapalooza ganhou cidades fora dos Estados Unidos em 2010. Além do Brasil, é realizado também em Santiago (Chile) e Tel Aviv (Israel).

A Time for Fun afirmou, ainda, no comunicado assinado pelo Departamento de Relações com Investidores, que o line up da edição 2014 do festival será anunciado em breve.

As duas edições do festival que aconteceram no Brasil haviam sido realizadas pela Geo Eventos que, na última sexta-feira, 02, havia divulgado que não faria mais o Lollapalooza. Um dos argumentos era o de que o festival não havia sido lucrativo, apesar do grande público que leva a São Paulo, a cada edição. Outro era a intenção de “concentrar as atenções em eventos e atividades que tenham sinergia com os demais negócios e marcas das Organizações Globo”.

 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Procon-SP notifica McDonald’s pela falta do McFish

    Procon-SP notifica McDonald’s pela falta do McFish

    Entidade de proteção ao consumidor diz que ação foi motivada por queixas das pessoas sobre a dificuldade em encontrar ou resgatar o sanduíche comprado em pré-venda

  • Walmart adquire fabricante de smart TVs Vizio por US$ 2,3 bilhões

    Walmart adquire fabricante de smart TVs Vizio por US$ 2,3 bilhões

    Segundo informações da Bloomberg News, o acordo aceleraria o negócio de publicidade da varejista, o Walmart Connect